O terceiro, comum e comunicável para a plenitude e liberdade: aspectos da pneumatologia de Joseph Moingt

Roberto Nentwig

Resumo


Este artigo traz alguns aspectos da pneumatologia de Moingt, que trata do Espírito Santo na dinâmica trinitária. Para o autor, Deus é uma existência pluripessoal: somente pode se comunicar, porque é trinitário; um Deus monolítico seria uma solidão incomunicável. O Pai e o Filho são um, comunhão possibilitada pelo Espírito, nomeado como o terceiro porque se coloca na relação entre o primeiro e o segundo, realizando o deslocamento do eu para nós. Este terceiro é um ser comum e comunicável: é comum a Cristo e ao Pai e comunicável a todas as criaturas por intermédio do Filho, agindo na história, que está grávida da presença salvífica de Cristo, até que o mundo seja a imagem divina, quando seremos tudo em todos — comunhão universal. Este mesmo Espírito é chamado de “espírito de Cristo” (Rm 8,9) e espírito de liberdade: a mesma liberdade de Cristo Jesus é agora transferida ao mundo e a Igreja. A Igreja, portadora do Espírito de Cristo, será dócil a esta presença à medida que deixar seu enrijecimento institucional, além de promover a comunhão das pluralidades até o dia da comunhão universal, que está em processo de gestação na história.


Palavras-chave


Espírito Santo, comum, comunicável, plenitude, liberdade

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2175-1838.11.001.AO03

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.