O contexto de uma ousadia que continua fazendo caminho: a propósito dos 40 anos de Medellín

Agenor Brighenti

Resumo


Ao debruçar-se sobre Medellín, o autor traz à tona três elementos. Num primeiro momento, para medir a magnitude do evento, faz emergir seu contexto social e eclesial. Do ponto de vista social, Medellín é uma ousadia eclesial que só foi possível graças à “década revolucionária” dos anos 60, marcada pela “irrupção dos pobres” e do “Terceiro Mundo”, fruto da crise do “desenvolvimentismo”. Do ponto de vista eclesial, Medellín deu-se na esteira dos novos caminhos abertos pela Ação Católica Especializada, da efervescência em torno à criação de uma nova teologia que articulasse fé cristã e injustiça estrutural, das Comunidades Eclesiais de Base, da renovação eclesial impulsionada por João XXIII e da reviravolta provocada pelo Concílio Vaticano II. Num segundo momento, para remeter o leitor ao espírito de Medellín, o autor explicita as intuições básicas e os eixos fundamentais do Concílio Vaticano II, que a Igreja na América Latina se propôs receber em nosso contexto. Finalmente, num terceiro momento, o autor coloca Medellín em relação retroativa com o Vaticano II e prospectiva com Aparecida, procurando mostrar que a Segunda Conferência é “uma ousadia que continua fazendo caminho”.

Palavras-chave


Vaticano II. Medellín. Libertação. Pobres.

Referências


AA.VV./FUNDAÇÃO AMERINDIA. Aparecida, renacer de una esperanza.

Bogotá: Indo-american Press, 2008.

AZEVEDO, M. Comunidades eclesiais de base e inculturação da fé. São

Paulo: Loyola, 1986.

BEOZZO, J. O. Medellín: vinte anos depois (1968-1988). Revista Eclesiástica

Brasileira, Petrópolis, n. 192, p. 771-805,1988.

BOFF, L. Teología desde el lugar del pobre. Santander: Sal Terrae, 1986.

CARDOSO, F. H.; FALETTO, E.. Dependencia y desarrollo en América

Latina. México: Siglo XXI, 1969.

CARDOSO, F. H. Teoria da dependência ou análises concretas se situações

de dependência. Cadernos do CEBRAP, Estudos 1, São Paulo, 1979.

CHENU, M. D. La Iglesia de los pobres en el Vaticano II. Revista Concilium,

Petrópolis, n. 124, p. 73-79, 1977.

CODINA, V. A eclesiologia de Aparecida. In: CONFERÊNCIA DE

APARECIDA. RENASCER DE UMA ESPERANÇA, 5. São Paulo: Paulinas,

p. 138-145.

COMBLIN, J. A ideologia de segurança nacional: o poder militar na América

Latina. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1978.

COMBLIN, J. Medellín: vinte anos depois – balanço temático. In: SUSIN, L.

C. (Org.). O mar se abriu: trinta anos de teologia na América Latina. São

Paulo: Soter; Loyola, 2000. p. 7-10.

DUSSEL, E. De medellín a puebla: uma década de sangue e esperança I de

Medellín a Sucre, 1968-1972. São Paulo: Paulinas, 1981.

FUKUYAMA, F. O fim da história e o último homem. Rio de Janeiro:

Rocco, 1992.

GOMEZ DE SOUZA, L. A. A JUC: os estudantes e a política. Petrópolis:

Vozes, 1984.

GUTIÉRREZ, G. Aparecida: a opção preferencial pelo pobre. In:

CONFERÊNCIA DE APARECIDA. RENASCER DE UMA ESPERANÇA,

São Paulo: Paulinas, 2008. p. 123-137.

______. La recepción del Vaticano II en América Latina. In: ALBERIGO, G.;

JOSSUA, J. P. (Ed.). La recepción del Vaticano II. Madrid: Cristiandad, 1987.

p. 213-237.

HIMKELAMMER, F. El subdesarrollo de América Latina: un caso de

desarrollo capitalista. Buenos Aires: Paidós, 1970.

OLIVEROS, R. Igreja particular, paróquia e CEBs em Aparecida. In:

CONFERÊNCIA DE APARECIDA. RENASCER DE UMA ESPERANÇA,

São Paulo: Paulinas, 2008. p. 183-193.

PALACIO, C. Trinta anos de teologia na América Latina. In: SUSIN, L. C.

(Org.). O mar se abriu: trinta anos de teologia na América Latina. São Paulo:

Soter; Loyola, 2000. p. 53-59.

RIBEIRO DE OLIVEIRA, P. A Igreja que se encontrou em Aparecida. Revista

Eclesiástica Brasileira, Petrópolis, n. 268, p. 801-815, 2007.

SEGUNDO, J. L. Libertação da teologia. São Paulo: Loyola, 1978. (Versão

original Liberación de la teología).

SOBRINO, J. El Vaticano II y la Iglesia latinoamericana. In: FLORISTÁN,

C.; TAMAYO, J. J. (Ed.). El Vaticano II, veinte años después. Madrid:

Cristiandad, 1985. p. 105-134.

TAMAYO, J. J. Presente y futuro de la teologia de la liberación. Madrid:

San Pablo, 1994.

TORRES, S. A pastoral social em Aparecida. In: CONFERÊNCIA DE

APARECIDA. RENASCER DE UMA ESPERANÇA, 5. São Paulo: Paulinas,

p. 241-254.

WANDERLEY, L. E. Educar para transformar: educação popular, Igreja

Católica e política no Movimento de Educação de Base. Petrópolis: Vozes, 1984.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v1i2.21982

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.