Religião salugênica e religião patogênica: uma aproximação à luz da psicologia

James Reaves Farris, Ronaldo Sathler-Rosa

Resumo


Este ensaio examina, a partir da literatura de referência, o tema da relação entre religião e saúde. Percorre a trajetória dos estudos seminais da religião realizados pela psicologia. Analisa duas perspectivas: a primeira estuda os comportamentos religiosos específicos em termos do comportamento humano; a segunda combina a descrição do comportamento religioso com a análise de como a religião funciona para ajudar os indivíduos e grupos a adaptar-se e a entender o mundo. Identifica algumas tendências reducionistas nessa área de pesquisas. Discute o estado atual da relação entre as denominadas ciências duras e as ciências da cultura que se dedicam ao estudo das interações humanas e do fenômeno religioso. Distingue religião salugênica de religião patogênica.


Palavras-chave


Religião; Saúde; Psicologia.

Texto completo:

PDF

Referências


ALLPORT, G. The individual and his religion: a psychological interpretation. New York: The MacMillan Company, 1954.

ALLPORT, G. Becoming. New Haven: Yale University Press, 1955.

BROWNING, D. A fundamental practical theology. Minneapolis: Fortress/ Augsburg, 1991.

CLINEBELL, H. Basic types of pastoral care and counseling. Resources for the ministry of healing and growth. Nashville: Abingdon Press, 1984.

GADAMER, H.-G. Truth and method. New York: Crossroads, 1982.

HABERMAS, J. Communication and the Evolution of Society. Boston:

Baliza, 1979.

HALL, G. S. Adolescence: its Psychology and Its Relation to Physiology, Anthropology, Sociology, Sex, Crime, Religion and Education. New York: D. Appleton, 1904.

HEAD, J. The relationship between religion, spirituality and mental health. 2002. Texto não publicado.

LARSON, D. B. et. al. Systematic analysis of research on religious variables in four major psychiatric journals, 1978-1982. American Journal of Psychiatry, v. 143, n. 3, p. 329-334, 1986.

LEUBA, J. A psychological study of religion: its origins, functions and future. New York: Macmillan, 1912.

GRANBERG-MICHAELSON, K. Healing community. Geneva: WCC, 1991.

MASSEY, R. F. Personality theories: comparisons and syntheses. New York: D. Van Nostrand Company, 1981.

RUSSELL, B. Religion and science. New York; Oxford: Oxford University Press, 1997.

SATHLER-ROSA, R. Temporalidade e esperança no exercício do cuidado e aconselhamento pastoral. Estudos Teológicos, São Leopoldo, v. 50, n. 2, p. 249-259, 2010.

SATHLER-ROSA, R. Pastoral de aconselhamento e interpersonalismo: um estudo exploratório do pensamento de Harry Stack Sullivan. Estudos de Religião, São Bernardo do Campo, v. 11, n. 13, p. 159-172, 1997.

STARBUCK, E. D. The psychology of religion: an empirical study of the growth of religious consciousness. New York: Charles Scribner’s Sons, 1899.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v3i2.13202

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.