Sofrimento espiritual, busca de sentido e espiritualidade

Anete Roese

Resumo


O presente texto faz uma análise da situação espiritual de nossa época. Trata da angústia, da falta de sentido e do adoecimento espiritual como manifestações típicas do sofrimento da nossa era e desta sociedade. O sofrimento espiritual da humanidade compõe o quadro de sintomas que denotam a alienação do ser humano, uma ansiedade espiritual profunda, a negação da dimensão espiritual e, por outro lado, uma busca de sentido e de espiritualidade autêntica. A busca pelo entendimento desse sofrimento e a busca por um sentido e por uma experiência espiritual é uma tarefa da qual a ciência ainda deverá se ocupar longamente, e é o campo de tangência deste texto. Um diálogo mais efetivo entre psicologia, teologia, filosofia e outras ciências é fundamental para uma compreensão mais consistente da existência humana. Os autores de referência são Viktor Frankl, Paul Tillich e Jacob Levi Moreno. 


Palavras-chave


Psicologia; Religião; Teologia; Sentido; Espiritualidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BOFF, L. Espiritualidade, dimensão esquecida e necessária. Disponível em: . Acesso em: 22 jun. 2009.

BUSTOS, D. M. Novos rumos em psicodrama. São Paulo: Ática, 1992.

CARLOS, S. A. O processo grupal. In: STREY, M. N. et al. Psicologia social contemporânea. Petrópolis: Vozes, 1998. p. 199-206.

CUSCHNIR, L. Masculino/Feminina. Rio de Janeiro: Rosa dos Tempos, 1992.

FOWLER, J. Estágios da fé. São Leopoldo: Sinodal, 1982.

FOX, J. O essencial de Moreno: textos sobre psicodrama, terapia de grupo e espontaneidade. São Paulo: Ágora, 2002.

FRANKL, V. E. Em busca de sentido. 14. ed. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 2001.

FRANKL, V. E. A presença ignorada de Deus. São Leopoldo: Sinodal; Petrópolis: Vozes, 1992.

FRANKL, V. E. Sede de sentido. 3. ed. São Paulo: Quadrante, 2003.

GUATTARI, F. As três ecologias. 17. ed. São Paulo: Papirus, 1990.

GUATTARI, F.; ROLNIK, S. Micropolítica: cartografias do desejo. 5. ed. Petrópolis: Vozes, 1999.

MAFFESOLI, M. O tempo das tribos: o declínio do individualismo nas sociedades de massa. Rio de Janeiro: Forense-Universitária, 1987.

MARINEAU, R. F. Jacob Levy Moreno, 1889-1974: pai do psicodrama, da sociometria e da psicoterapia de grupo. São Paulo: Ágora, 1992.

MERENGUÉ, D. Inventário de afetos: inquietações, teorias, psicodramas. São Paulo: Ágora, 2001.

MONDIN, B. Os grandes teólogos do séc. XX. São Paulo: Paulinas, 1980. v. 2.

MORENO, J. L. Psicodrama. São Paulo: Cultrix, 1975.

MORENO, J. L. Fundamentos do psicodrama. 2. ed. São Paulo: Summus, 1983.

MORENO, J. L. Psicoterapia de grupo e psicodrama: introdução à teoria e prática. 2. ed. rev. Campinas: Psy, 1993.

MORENO, Z.; BLOMKVIST, L. D.; RÜTZEL, T. A realidade suplementar e a arte de curar. São Paulo: Ágora, 2001.

NETO, A. N. Psicodrama: descolonizando o imaginário. São Paulo: Brasiliense, 1979.

NUDEL, B. W. Moreno e o hassidismo. São Paulo: Ágora, 1994.

TILLICH, P. Teologia sistemática. São Leopoldo: Sinodal; São Paulo: Paulinas, 1967.

TILLICH, P. Coragem de ser. São Paulo: Paz e Terra, 1991.

TILLICH, P. Dinâmica da fé. 4. ed. São Leopoldo: Sinodal, 1992.

VALLE, J. E. Religião e espiritualidade: um olhar psicológico. In: AMATUZZI, M. M. Psicologia e espiritualidade. São Paulo: Paulus, 2005. p. 83-107.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/pp.v3i2.13196

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.