Análise teológica da dependência, do alcoolismo e da recuperação

James Farris

Resumo


Esta pesquisa propõe uma análise teológica da dependência, do alcoolismo, e da recuperação a partir de diversas perspectivas teológicas. Há muitas pesquisas nos campos da Medicina, da Sociologia, da Antropologia e assim por diante a respeito deste campo de pesquisa. Também existem muitos textos de meditação e espiritualidade, no sentido amplo, sobre estes fenômenos. No entanto, falta uma análise crítica teológica sobre a dependência, o alcoolismo e a recuperação. Esta pesquisa vai oferecer uma delimitação dos termos relacionados ao campo e uma análise teológica baseada na Teologia Narrativa, da Libertação, dos recursos proferidos pelas tradições históricas protestantes e da hermenêutica bíblica. Especificamente, a pesquisa vai discutir a relação entre o entendimento do alcoolismo como doença, segundo o modelo médico, e pecado, segundo diversas tradições religiosas. Serão destacados os conflitos metodológicos e filosóficos entre as Teologias Moralistas, Narrativas e da Libertação e os modelos médicos de doença.


Palavras-chave


Dependência; Alcoolismo; Recuperação; Teologia.

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOUR, J. D. The bios of bioethics and the bios of autobiography. Religion, Ethnography, and Public Life, Poynter Center, Indiana University, 1988.

BRUEGGEMANN, W.; MINEAR, P. S. The Bible and alcohol and drugs: a study guide. New York: United Church of Christ, 1978.

CLINEBELL, H. Understanding and counseling persons with alcohol, drug and behavioral addictions. Nashville: Abingdon Press, 1998.

MAY, R. Love and will. New York: W.W. Norton, 1969.

MAY, G. Addiction and grace. New York: HaperCollins, 1988.

NELSON, J. B. Thirst: God and the alcoholic experience. London: Westminster John Knox Press, 20041.

NIEBUHR, H. R. The meaning of revelation. New York: Macmillan, 1941.

SMITH, D. E.; SEYMOUR, R. B. Clinician’s guide to substance abuse. New York: Mcgraw-Hill, 2001.

TILLICH, P. A dinâmica da fé. New York: Harper and Row, 1957.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/revistapistispraxis.06.001.ds08

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.