Espiritualidade, mística e literatura: uma perspectiva protestante

Roberto Ervino Zwetsch

Resumo


O presente artigo desdobra as relações entre espiritualidade, mística e literatura da perspectiva da teologia protestante. O tema terá abordado em três tópicos, iniciando com o da relação entre teologia e espiritualidade como fundamento para a tarefa teológica, destacando as experiências de teólogos como Karl Barth, Hermann Brandt e Paul Tillich. No segundo tópico, trata-se das relações convergentes entre espiritualidade e literatura da perspectiva bíblica. No último tópico, aborda-se — a partir de exemplos selecionados da literatura brasileira — provocações que a literatura apresenta para a vivência da mística e da fé como expressões de uma espiritualidade viva, dinâmica e desafiadora.


Palavras-chave


Espiritualidade; Mística cristã; Literatura; Perspectiva protestante.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, R. Variações sobre o prazer: Santo Agostinho, Nietzsche, Marx e Babette. São Paulo: Planeta, 2011.

BARTH, K. Introdução à teologia evangélica. Trad. Lindolfo Weingärtner. 9. ed. Revisada. São Leopoldo: Sinodal; EST, 2007.

BINGEMER, M. C. Deus: experiência originante e originada. O texto materno-teologal de Adélia Prado. In: DE MORI, G.; SANTOS, L.; CALDAS, C. (Org.). Aragem do sagrado: Deus na literatura brasileira contemporânea. São Paulo: Loyola, 2011, p. 235-267.

BINGEMER, M. C. O mistério e o mundo: paixão por Deus em tempos de descrença. Rio de Janeiro: Rocco, 2013.

BOEHLER, G. Erótico em Adélia Prado e Marcela Althaus-Reid: uma proposta de diálogo entre poesia e teologia. 2010. 205 f. Tese (Doutorado em Teologia) — Escola Superior de Teologia, São Leopoldo, 2010.

BONHOEFFER, D. Resistência e submissão: cartas e anotações escritas na prisão. Trad. Nélio Schneider. São Leopoldo: Sinodal; EST, 2003.

BRANDT, H. O risco do espírito: um estudo pneumatológico. São Leopoldo: Sinodal, 1977.

CALVANI, C. E. Teologia da arte: espiritualidade, igreja e cultura a partir de Paul Tillich. São Paulo: Fonte; Paulinas, 2010.

CAMPOS, H. de. Qohélet. São Paulo: Perspectiva, 1991. Traduzido do original hebraico.

HAMMARSKJÖLD, D. Pensamentos. Rio de Janeiro: Casa Vecchi, 1967.

HUNTER, J. C. O monge e o executivo: uma história sobre a essência da liderança. Trad. Maria da Conceição F. de Magalhães. Rio de Janeiro: Sextante, 2004.

MAGALHÃES, A. C. M. Deus no espelho das palavras: teologia e literatura em diálogo. São Paulo: Paulinas, 2000.

MARIANI, C. B.; VILHENA, M. A. Teologia e arte: expressões de transcendência, caminhos de renovação. São Paulo: Paulinas, 2011.

PORTELLA, R. A mística poética de Adélia Prado: os sentidos de uma paixão. Mandrágora, v. 8, n. 9, p. 97-107, 2008.

PRADO, A. Poesia reunida. São Paulo: Siciliano, 1991.

REBLIN, I. A. Outros cheiros, outros sabores...: o pensamento teológico de Rubem Alves. São Leopoldo: Oikos; Faculdades EST, 2009.

TILLICH, P. A era protestante. São Paulo: IEPGCR, 1992.

TREVISAN, A. Nova antologia poética: 1967-2001. Porto Alegre: Sulina, 2001.

ZWETSCH, R. E. Missão como com-paixão: por uma teologia da missão em perspectiva latino-americana. São Leopoldo: Sinodal; Quito: CLAI, 2008.

ZWETSCH, R. E. Vento, brisa, furacão: sobre poesia e teologia – percepções desde a literatura brasileira. Protestantismo em revista, v. 31, p. 75-93, maio/ago. 2013.

ZWETSCH, R. E. Experimentar Deus hoje através da arte e da poesia. In: SOUZA, J. C. de; RENDERS, H. (Org.). Experimentar Deus hoje: a propósito dos 275 anos da experiência religiosa de John Wesley. São Bernardo do Campo: Editeo, 2014. p. 131-161.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/revistapistispraxis.07.001.ds06

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.