Análise comparativa da atividade elétrica do músculo multífido durante exercícios do Pilates, série de Williams e Spine Stabilization

Mônica Angélica Cardoso Silva, Josilainne Marcelino Dias, Mariana Felipe Silva, Bruno Fles Mazuquin, Taufik Abrão, Jefferson Rosa Cardoso

Resumo


Introdução: A fraqueza da musculatura paraespinhal está relacionada à etiologia da dor lombar. Atualmente existem vários métodos que apresentam exercícios para o fortalecimento dessa musculatura. Objetivos: Comparare analisar o sinal eletromiográfico do músculo multífido bilateralmente durante exercícios do método Pilates, série de Williams e Spine Stabilization. Materiais e métodos: Participaram do estudo dez mulheres voluntárias e saudáveis que realizaram os exercícios leg pull front support modificado do Pilates, o quarto exercício da série adicional de Williams e o quadruped exercise do Spine Stabilization. O sinal foi normalizado pelo pico eletromiográfico da atividade dinâmica e foram ajustados para 2000 amostras por segundo e o filtro em uma frequência de passagem de 20 a 450 Hz. A ANOVA foi utilizada para verificar diferenças entre os exercícios, o teste t para amostras dependentes foi usado para comparar a ativação entre os lados direito e esquerdo do multífido para cada exercício. Resultados e considerações finais: Na comparação entre os exercícios, observaram-se diferenças significativas para o músculo multífido a favor do exercício do método Pilates tanto na fase concêntrica quanto na excêntrica, o que demonstra ser o exercício de melhor ativação elétrica para o músculo analisado.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502013000100010

Apontamentos

  • Não há apontamentos.