Fisioterapia para consciência perineal: uma comparação entre as cinesioterapias com toque digital e com auxílio do biofeedback

Brenda de Figueiredo Pinheiro, Gisela Rosa Franco, Suellen Maurin Feitosa, Denise Rodrigues Yuaso, Rodrigo de Aquino Castro, Manoel João Batista Castelo Girão

Resumo


Introdução: Grande parte das mulheres (cerca de 30 a 50%) não consegue contrair corretamente seus músculos perineais quando isso lhes é solicitado. Provavelmente, a parte mais importante e também a mais delicada de toda avaliação fisioterapêutica é a conscientização da região perineal das pacientes incontinentes. Objetivos: Este trabalho teve como objetivo comparar os efeitos da cinesioterapia com toque digital e com biofeedback para consciência perineal de mulheres com incontinência urinária de esforço. Metodologia: Foi realizado um ensaio clínico randomizado, composto por dois grupos intervencionais formados por 5 mulheres cada, com incontinência urinária de esforço e com ausência de consciência perineal. Resultados: Inicialmente, o grupo de biofeedback seria composto de 6 mulheres, enquanto o grupo de cinesioterapia com toque bidigital era formado por 5 mulheres, porém 1 paciente foi excluída do grupo biofeedback no decorrer da pesquisa. Observou-se que houve melhora estatisticamente significativa em ambos os grupos em relação ao Power, Endurance, Fast e conhecimentos acerca da região perineal, porém não houve diferença significativa entre os dois grupos, ou seja, ambos os recursos são igualmente eficazes. Conclusão: Diante dos resultados apresentados, podemos concluir que tanto a cinesioterapia com uso do biofeedback quanto a cinesioterapia com toque digital são excelentes opções de tratamento para ganho de consciência perineal.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502012000300019

Apontamentos

  • Não há apontamentos.