Análise da propulsão em cadeira de rodas manual: revisão de literatura

Yoshimasa Sagawa Júnior, Alessandro Haupenthal, Noé Gomes Borges Junior, Daniela Pacheco dos Santos, Eric Watelain

Resumo


Objetivos: Analisar aspectos relacionados à propulsão em cadeira de rodas. Materiais e métodos: Para o delineamento desta revisão, foi realizada uma busca em bases de dados eletrônicas a partir das seguintes palavras-chave: wheelchair propulsion, wheelchair biomechanics e wheelchair uses. Foram selecionados artigos completos nas línguas francesa e inglesa. Resultados: A propulsão em cadeira de rodas é um movimento complexo que requer a execução de repetidas aplicações de força durante curto período de tempo. Nesse movimento são exigidos altos níveis de força em razão do baixo rendimento mecânico da cadeira. Pôde ser caracterizado que os cadeirantes não estão satisfeitos com suas cadeiras, os locais não estão adaptados à sua presença e faltam critérios específicos para o ajuste desse importante equipamento. Os principais pontos a serem observados, quanto aos ajustes, são a altura do banco em relação à posição de flexão do cotovelo (100 a 120 graus) com a mão no aro de propulsão e o cuidado com a pressão nos pneus. Quanto à técnica de propulsão, o modo semicircular parece ser o mais indicado, pois nesse padrão o cadeirante realiza a propulsão e retorna a mão por baixo do aro. Os esforços na cadeira de rodas são altos e a incidência de lesões em cadeirantes é elevada. Conclusão: Pode-se concluir que, apesar dos esforços das pesquisas, ainda existem muitas divergências entre os temas e os métodos de avaliações adotados, o que impede que boa parte dos resultados encontrados seja aplicável à vida diária dos usuários de cadeira de rodas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502012000100018

Apontamentos

  • Não há apontamentos.