Fisioterapia domiciliar: pesquisa sobre o estado da arte a partir do Niefam1

Luzia Wilma Santana da Silva, Argleydsson Mendes Durães, Roberta Azoubel

Resumo


Introdução: O campo da fisioterapia domiciliar vem se ampliando por perceber a importância do contexto domiciliar para o cuidado de pacientes. Nesse ambiente, o fisioterapeuta faz uma avaliação e elabora um plano de cuidados continuados emitindo um diagnóstico físico-funcional em nível domiciliar, proporcionando maior conforto e praticidade para o paciente, que pode se encontrar em situação de restrição no leito ou de mobilidade para deslocar-se às clínicas especializadas. A abordagem de cuidados domiciliários vem exigir desse profissional o desenvolvimento de um olhar mais ampliado, que compreenda o contexto domiciliar e as nuances de relações parentais para implementar uma metodologia de cuidados conjunto com a família. Tal abordagem, no entanto, encontra dificuldades para sua fundamentação teórico-prática, graças à lacuna de conhecimento existente com a escassez de publicações sobre o tema nas principais bases de dados, o que dificulta a comprovação da eficácia desse serviço. Objetivos: O objetivo deste trabalho é divulgar os resultados encontrados sobre o estado da arte nos cuidados fisioterapêuticos domiciliares. Materiais e métodos: Esta pesquisa apoiou-se em uma extensiva revisão de literatura no Portal de Periódicos Capes, nas bases BIREME, MEDLINE, LILACS, SciELO e, também, Google Acadêmico, no período de dez anos (entre 1998 a 2008), usando os descritores família, domicílio, fisioterapia, domiciliar, physiotherapy, home care. Resultados: Os resultados preliminares apontaram a necessidade de investigação nessa área e a relevância de se estudar o tema para os cuidados fisioterapêuticos domiciliares.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/S0103-51502011000300014

Apontamentos

  • Não há apontamentos.