A PRÁTICA FISIOTERAPÊUTICA GENERALISTA E ESPECIALISTA NA CIDADE DE MACEIÓ – AL

Almir Vieira Dibai Filho, Liliane Farias Barbosa, José Erickson Rodrigues

Resumo


INTRODUÇÃO: A Fisioterapia é a ciência da saúde capacitada a prognosticar, diagnosticar e intervir com eficiência, buscando a melhora ou a manutenção funcional do indivíduo. Contempla os três níveis de atenção à saúde: o primário, através da promoção e educação em saúde; o secundário, com o diagnóstico precoce e o tratamento adequado; e o terciário, por meio da reabilitação e da redução de incapacidades. OBJETIVO: Compreender o ponto de vista dos fisioterapeutas atuantes em Maceió, Alagoas, sobre a prática generalista e especialista, analisando como se procede a intervenção e a inserção dos mesmos no campo de trabalho. METODOLOGIA: O presente estudo de campo, descritivo e transversal contou com a participação de 121 fisioterapeutas, de ambos os sexos, inscritos no Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional 1 (CREFITO 1). A amostra do estudo foi obtida aleatoriamente nos locais de atuação fisioterapêutica, obtendo-se os dados através da aplicação de um questionário previamente desenvolvido, contemplando aspectos pessoais, questões referentes à formação profissional, aspectos profissionais e opiniões pessoais sobre a graduação, a especialização, o atuar generalista e especialista. RESULTADOS: Foi constatado que a maior parte dos profissionais constituíase de indivíduos do sexo feminino, recém-formados, faixa etária entre 26 e 30 anos e com título de especialista. CONCLUSÃO: Observou-se que a maioria dos fisioterapeutas considera equivalente a importância do atuar generalista e do atuar especialista, estando a maior parte da atuação especializada direcionada às clínicas e hospitais, enquanto a maior parcela do exercício generalista está voltado às clínicas e domicílios.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.