ANÁLISE DO MOVIMENTO DE CABEÇA EM CRIANÇAS COM ENCEFALOPATIA CRÔNICA DA INFÂNCIA UTILIZANDO RECURSOS DA INFORMÁTICA

Eunice Kimie Kyosen Nakamuraa, Percy Nohama

Resumo


INTRODUÇÃO: crianças com déficits de coordenação motora requerem dispositivos apontadores especiais para ter acesso ao computador. Um desses dispositivos alternativos é o mouse ultrassônico controlado por movimentos de cabeça. OBJETIVO: analisar a atividade dos músculos trapézio e esternocleidomastoideo durante o uso de um mouse de cabeça. METODOLOGIA: medida de amplitude de movimento por meio de fotogrametria, em 10 voluntários. RESULTADOS: constataramse variações significativas nas amplitudes de movimento: (1) laterais, de -81,410 a -12,810 (V1) (esternocleidomastoideo) e 16,940 até 74,630 (trapézio); (2) na vista posterior, de -41,330 (V10) a 55,670 (V7) e -42,950 (V7) a 44,350 (V7), respectivamente. CONCLUSÃO: em 70% dos voluntários, os músculos avaliados tiveram um desempenho normal, sendo necessário o acompanhamento de fisioterapia e adaptação do posto de trabalho e ambiente de sala de aula.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.