VALIDADE DO INCLINÔMETRO ANALÓGICO PARA MEDIÇÃO DOS MOVIMENTOS DA COLUNA VERTEBRAL: revisão sistemática

Wagner Rodrigues Martins, Demóstenes Moreira

Resumo


Os movimentos da coluna vertebral podem ser medidos durante avaliação clínica, física e funcional dos indivíduos. Um dos equipamentos não invasivos recomendados para a aferição quantitativa desses movimentos é o inclinômetro. Considerando hoje que os cuidados com a saúde demandam métodos científicos válidos para avaliação músculo-esquelética, o objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre a validade do inclinômetro analógico para medição dos movimentos da coluna vertebral. Foram realizadas buscas nas bases de dados eletrônicas utilizando os seguintes descritores: “inclinômetro”, “flexímetro”, “goniômetro gravitacional”, “validade”, “validação”, “avaliação”, “medição”, “movimento”, “amplitude de movimento” e “coluna vertebral”. O processo de análise dos estudos envolveu leituras dos títulos, resumos e textos completos. Após a verificação dos critérios estabelecidos cinco manuscritos preencheram os critérios de inclusão da revisão. Todos os estudos incluídos apresentaram delineamento experimental cujo objetivo foi validar o inclinômetro analógico para a medição dos movimentos de flexão e extensão da coluna lombar pela comparação com medidas angulares obtidas através de radiografias laterais da coluna lombo-sacra. Foi observada variabilidade nos métodos de coleta empregados e no desfecho dos estudos. O uso de inclinômetros por profissionais de saúde baseado em evidências científicas que suportem sua utilização deve levar em consideração os resultados e os aspectos metodológicos empregados nos estudos de validade desses instrumentos.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.