DESENVOLVIMENTO DE UM MÉTODO DE BAIXO CUSTO PARA AVALIAÇÃO DA MARCHA EM RATOS

Janaína Costa, Vanessa Marques e Camargo, Edison Sanfelice André

Resumo


Contexto: Dentre os mais desafiantes problemas encontrados por pesquisadores preocupados em estudar a deambulação de animais de laboratório está a seleção de métodos de avaliação apropriados, fidedignos e fáceis de reproduzir. Desde a oitava década do século passado, inúmeras alternativas foram desenvolvidas e validadas, mas que configuram situações pouco práticas ou de alto custo. Objetivo: O presente artigo descreve o desenvolvimento de um método simples, fácil de usar e de baixo custo para avaliação funcional da marcha de roedores de laboratório. Métodos: Dez ratos jovens machos da raça Wistar sofreram estrangulamento do nervo ciático e foram avaliados pelo Índice Funcional do Ciático obtido analógica e digitalmente, acompanhado da mensuração digital do ângulo do tornozelo durante a fase de apoio intermediário da pata traseira. Comparações entre as técnicas analógica e digital foram realizadas 24 horas, 7, 14, 21 e 28 dias após a lesão do nervo ciático. Resultados: Tanto na análise analógica quanto na digital foi possível observar a recuperação funcional da marcha dos ratos. Apesar disso, a análise digital foi mais acurada, pois não sofreu interferência deletéria de artefatos conspícuos às análises analógicas, permitindo maior precisão na interpretação dos dados. Conclusão: Apesar de se ter escolhido um modelo de axonotmese para a testagem das técnicas de análise aqui descritas, é possível sugerir o emprego desse método de análise da marcha em diferentes situações experimentais.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.