OBESIDADE E SUA CORRELAÇÃO COM A OSTEOARTRITE DE JOELHO EM MULHERES

Eduardo Paul Chacur, Luciana Oliveira e Silva, Gabriela Costa Pontes Luz, Patrícia Leão da Silva, Mário Antônio Baraúna, Nadia Carla Cheik

Resumo


A Osteoartrite (OA) é uma doença articular degenerativa, caracterizada por processo inflamatório, dor, deformidades, alterações da marcha e da funcionalidade nas atividades de vida diária. Tem como um dos principais fatores de risco a obesidade. O objetivo deste estudo foi avaliar as correlações entre Índice de Massa Corporal (IMC), Circunferência Abdominal (CA) e Razão Cintura-quadril (RCQ) com o desenvolvimento e gravidade osteoartrite de joelho em 30 mulheres obesas. Os resultados demonstraram que toda a amostra apresentou CA > 88 cm, já 23% apresentaram RCQ > 0,9 e 83% ângulo Q > 20º indicando presença de valgismo. Além disso, foi observada correlação positiva entre IMC e CA (r= 0,91) e de IMC, CA e Lequesne (r=0,45, r=0,37, respectivamente). Os resultados indicam que o aumento da CA e do ângulo Q estão associados à OA de joelho, mas isso não foi observado na RCQ; e que a gravidade da OA apresentou correlação com o IMC. Portanto, a prevenção da OA de joelho deve ser iniciada antes da meia-idade, especialmente entre as mulheres, assim como o controle do peso.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.