ANÁLISE DO SUPORTE DE PESO CORPORAL PARA O TREINO DE MARCHA

Alessandro Haupenthal, Gustavo Ricardo Schutz, Patrícia Vieira de Souza, Hélio Roesler

Resumo


Objetivo: O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão de literatura sobre o suporte de peso corporal, uma alternativa para o treino de marcha. Método: Foi realizada busca no portal periódico da CAPES a partir dos unitermos: body weight-supported treadmill training, supported treadmill ambulation training, Laufband therapy. Os artigos que puderam ser coletados na íntegra nos últimos 15 anos foram analisados. Resultado: A análise dos estudos mostrou que existe consenso sobre a maior facilidade para o treino de marcha, melhores resultados, menor gasto energético, maior segurança, adequação aos princípios da aprendizagem motora e treino na maior velocidade possível. Existem controvérsias a respeito da quantidade de suporte a ser ofertada e os critérios para sua diminuição, o tempo de treinamento e o ganho de força. Conclusão: O treino de marcha com suporte de peso corporal é uma alternativa eficiente, segura e confortável para o paciente no processo de reabilitação fucional da marcha. Apesar de viável para o treino de marcha, o suporte de peso corporal ainda carece de estudos que respondam às questões que estão abertas.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.