EFEITO DO LASER DE BAIXA INTENSIDADE (670nm) APÓS CONTUSÃO MUSCULAR EM RATOS

Christina Helena Zanotto Costardi, Claudia Tamachiro, Ivaldo Esteves Júnior, Alexandre Cavallieri Gomes

Resumo


O laser de baixa intensidade é utilizado para promover a regeneração do musculoesquelético, abreviando o tempo para a resolução do processo inflamatório. A ação do laser de baixa intensidade de 670nm no processo de reparação tecidual muscular em ratos após contusão muscular do gastrocnêmio foi estudada por meio de uma análise qualitativa duplo-cega do tecido muscular tratado e do músculo controle. Foi provocada uma lesão muscular por esmagamento bilateral do músculo gastrocnêmio. Após a indução da lesão, foi realizada a seleção aleatória da pata a ser tratada dos 8 ratos, e o músculo contra-lateral foi utilizado como controle. O tratamento foi realizado no 1º e no 4º dia, com laser de diodo de 670nm, com dose 03J/cm², utilizando a técnica pontual, com dois pontos. O sacrifício ocorreu no 21º dia. Após o sacrifício, foram retirados os músculos gastrocnêmios de cada um dos animais para a preparação das lâminas histológicas. As análises microscópicas dos cortes histológicos do tecido muscular irradiado apresentaram um tecido melhor organizado estruturalmente, com maior quantidade de células musculares íntegras, menos fibras fragmentadas e sinais de edema intercelular menos evidentes em relação aos músculos não-irradiados. A presença de vasos sanguíneos íntegros, de células que participam do processo de reparação tecidual, de tecido conjuntivo intercelular e fibroblastos encontrados nos músculos irradiados não foi observada nos músculos não-irradiados, concluindo-se que ocorreu uma melhora qualitativa dos músculos irradiados.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.