A CINESIOTERAPIA COMO TRATAMENTO DA INCONTINÊNCIA URINÁRIA NA UNIDADE BÁSICA DE SAÚDE

Keila Simone Frade Marques, Patrícia Antônia Corrêa de Freitas

Resumo


A proposta deste estudo foi verificar se a cinesioterapia associada a um programa de educação em saúde pode auxiliar no tratamento da incontinência urinária em uma Unidade Básica de Saúde. Foram estudadas 40 mulheres, climatéricas, que apresentavam incontinência urinária de esforço. Foram avaliadas pré e pósintervenção as condições das perdas urinárias, a freqüência miccional, o grau de desconforto devido à incontinência e a qualidade de vida. Os resultados mostraram uma diferença entre os dois grupos, em que o grupo experimental 1 - 85% (n=17) obteve melhora do quadro urológico, já no grupo experimental 2 - 90% (n=18) manteve-se sem modificação. Concluímos que um programa de exercício associado a um
programa de educação em saúde pode ser uma alternativa eficaz, menos onerosa e menos invasiva para tratamento de incontinência urinária em uma unidade básica de saúde.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.