UMA PROPOSTA METODOLÓGICA: programas educativos e princípios de análise

Rosangela de Oliveira, Tânia Luiza Bonassa

Resumo


A composição da grade da programação da TV Paulo Freire – emissora vinculada à Secretaria de Estado de Educação do Paraná – baseia-se em critérios e princípios que têm na escola um importante referencial. Essa composição tem como uma das etapas a análise e/ou seleção de programas e para tal sistematizaram-se critérios e princípios. Este artigo pretende explicitar esses critérios e, na medida em que torna relevante a experiência docente na educação básica, estabelecer relações com concepções significantes de sujeitos do espaço escolar, cotidiano escolar, televisão e cultura. Os sujeitos que estão no universo escolar mantêm uma complexa relação com o saber e com a cultura do qual a televisão é parte. O currículo, ao mediar as relações sociais e, portanto, culturais na escola, deve ser dinâmico, de forma a incorporar as relações e processos de leitura de outros textos não-escritos, ou seja, textos televisionados. Dessa forma, desenvolveu-se uma metodologia própria de análise e valoração para escolha e/ou seleção de programas educativos, tendo em vista que a composição da grade relaciona-se ao fazer pedagógico. Concebemos nossas escolhas de programas com um potencial de uso didático que ao ser povoado de conteúdos escolares, é provocador de pesquisa.

Palavras-chave


Educação; Televisão; Análise de programas educativos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rec.v9i18.15362

Apontamentos

  • Não há apontamentos.