Valoração econômica de recursos naturais: Avaliação do desmatamento de uma área de Floresta Ombrófila Mista

Claudio Alcides Jacoski, Agostinho José Gisi, André Balbinot, Robison Fumagalli Lima

Resumo


O presente artigo propõe a valoração econômica de uma área degradada de Floresta Ombrófila Mista, uma das fitofisionomias que constituem o Bioma Mata Atlântica. Procurou-se estimar o Valor Econômico dos Recursos Ambientais (VERA) através da estimativa monetária da perda de estoque de carbono, dos produtos madeiráveis obtidos e do montante financeiro de opção da comunidade para a preservação de formações florestais similares. Apresenta o resultado da valoração com uma metodologia que consegue expressar uma quantificação monetária de externalidades até o momento não agregadas em avaliações com metodologia tradicional, como valor de opção, produtos madeiráveis e estoque de carbono. Utilizou-se uma conjugação de metodologias, sendo possível estimar de forma científica o Valor Econômico dos Recursos Ambientais, de R$ 32.022.657,00 (trinta e dois milhões, vinte e dois mil, seiscentos e cinquenta e sete Reais e sessenta centavos), e desta forma contribuindo para a compreensão da importância (inclusive monetária) valor ambiental existente nesta situação de desmatamento de uma área de Floresta Ombrófila Mista.

Palavras-chave


Métodos de Valoração Ambiental; Degradação; Valor Econômico dos Recursos Ambientais

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/estud.biol.36.086.AO09

Apontamentos

  • Não há apontamentos.