Nietzsche, Wagner e o “Casamento de Lutero”

Fernando Ribeiro de Moraes Barros

Resumo


Partindo de uma breve descrição da célebre e disruptiva relação entre Nietzsche e Wagner, o presente texto visa a refazer a crítica empreendida pelo filósofo alemão à arte wagneriana – em especial, à luz de Além de bem e mal e Para a genealogia da moral -, para, aí então, a partir da dicotomia sensualidade/castidade, colocar em questão o sentido e o alcance da visão nietzschiana acerca da vida matrimonial em geral.

Palavras-chave


Nietzsche; Wagner; Sensualidade; Castidade; Casamento

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/estudosnietzsche.04.001.AO.05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.