Competências docentes para o ensino por competências na educação profissional: a percepção de docentes do Senac-PR frente ao Modelo Pedagógico Senac (MPS)

Antonio Carlos Aroca, Cláudia Herrero Martins Menegassi

Resumo


A partir da mudança do modelo tradicional para o modelo de ensino por competência na educação profissional do Senac, observou-se a necessidade de alinhar as atividades docentes às diretrizes estabelecidas por esse novo modelo, o que requer também novas competências desses profissionais. A presente pesquisa teve como objetivo identificar as competências percebidas pelos docentes do Senac PR para o ensino na educação profissional necessárias à adequação de suas atividades aos objetivos do Modelo Pedagógico Senac (MPS), baseado no ensino por competências. Para atingir esse objetivo, foram entrevistados todos os docentes do curso com o maior número de turmas concluídas e em andamento – o curso Técnico em Enfermagem – utilizando-se os seguintes documentos: Modelo Pedagógico Senac (MPS), o plano de curso de Técnico em Enfermagem e o roteiro da entrevista. Os resultados obtidos estabelecem uma relação de competências, identificadas nas entrevistas, nas informações que representavam ou tinham alguma relação com a descrição de competência, que foram agrupadas por similaridade e descritas, o que permitiu elaborar uma base de competências necessárias aos docentes da educação profissional, diante do modelo pedagógico adotado pela instituição desde 2015.

Texto completo:

PDF

Referências


BATISTA, Fábio Ferreira. Modelo de Gestão do Conhecimento para a administração pública brasileira: como implementar a Gestão do Conhecimento para produzir resultados em benefício do cidadão/Fábio Ferreira Batista. – Brasília: Ipea, 2012.

BRASIL. Parecer CNE/CEB N. 16/99. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Profissional de Nível Técnico. Diário Oficial da União, Brasília, 25 de novembro de 1999.

CASTAMAN, Ana Sara; VIEIRA, Alboni Marisa Dudeque Pianovski; OLIVEIRA, Denise. A constituição da profissão docente: um estudo com professores da educação profissional. Revista Diálogo Educacional, v.16, n.50, p.1009-1028, out./dez. 2016.

DELUIZ, Neise. A Globalização Econômica e os Desafios à Formação Profissional, Boletim Técnico Senac: A Revista de Educação Profissional, Rio de Janeiro, v. 22, nº 2, maio/agosto 1996.

DUTRA, Joel Souza. Competências: conceitos e instrumentos para a gestão de pessoas na empresa moderna. São Paulo: Atlas, 2013.

FELÍCIO, Helena Maria dos Santos; SILVA, Carlos Manuel Ribeiro. Currículo e Formação de Professores: uma visão integrada da construção do conhecimento profissional. Revista Diálogo Educacional, v.17, n.51, p.147-166, jan./mar. 2017.

FLEURY, Maria Tereza; FLEURY, Afonso. Construindo o conceito de competência, RAC – Revista de Administração Contemporânea, 2001.

LE BOTERF. Desenvolvendo a competência dos profissionais. 3. ed. Porto Alegre: Armed, 2003.

PERRENOUD, P. Construir as competências desde a escola. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 1999.

_______________. Dez novas competências para ensinar. Porto Alegre: Artes Médicas Sul, 2000.

PRADO, Rosane Aparecida; PRADO, Marta Lenise; REIBNITZ, Kenya Schimdt. Desvelando o significado da avaliação no ensino por competência para enfermeiros educadores. Revista Eletrônica de Enfermagem, v. 14, n. 1, p. 112-21, 2012.

ROSSATTO, Maria Antonieta, Gestão do Conhecimento: a busca da humanização, transparência, socialização e valorização do intangível. Rio de Janeiro: Interciência, 2002.

SENAC. DN. COMPETÊNCIA. Rio de Janeiro, 2015b. 28 p. (Coleção de Documentos Técnicos do Modelo Pedagógico Senac, 2).

SENAC. DN. CONCEPÇÕES E PRINCÍPIOS. Rio de Janeiro, 2015a. 34 p. (Coleção de Documentos Técnicos do Modelo Pedagógico Senac, 1).

SENAC. DN. PROJETO INTEGRADOR. Rio de Janeiro, 2015c. 36 p. (Coleção de Documentos Técnicos do Modelo Pedagógico Senac, 4).

SILVA, Rejane Dias; DIAS, Adelaide Alves; ARAÚJO, Sonia Pimenta. Profissionalidade e formação docente: representações sociais de professores. Revista Diálogo Educacional, v.16, n.50, p.987-1007, out./dez. 2016.

SVEIBY, Karl Erik. A Nova Riqueza das Organizações. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

TRINDADE, Rui; COSME, Ariana. Instruir, aprender ou comunicar: reflexão sobre os fundamentos das opções pedagógicas perspectivadas a partir do ato de ensinar. Revista Diálogo Educacional, v.16, n.50, p.1031-1051, out./dez. 2016.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.17.052.AO04

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat