O ENSINO RELIGIOSO NAS ESCOLAS PÚBLICAS DO BRASIL:DISCURSO E PODER FRENTE AO PLURALISMO RELIGIOSO

Sylvio Fausto Gil Filho

Resumo


O ensino religioso no Brasil hodierno redefine-se sob a égide do pluralismo religioso. O processo de reestruturação do ensino religioso perpassa a discussão da hegemonia religiosa católica no país. Este parâmetro evidenciase na construção de um discurso sobre o ensino religioso articulado pelos especialistas da religião que oscilam entre uma ênfase no aspecto confessional e outro fenomenológico de abordagem. No Paraná este embate adquire características polarizadas, de um lado o discurso das lideranças religiosas e de outro a práxis dos professores que atuam nas escolas públicas de ensino fundamental. A partir deste contexto, considera-se que a iniciativa de democratização do saber não resolverá por si só os problemas do preconceito e intolerância religiosa. Associado à expansão do saber sobre o fenômeno religioso, necessita-se uma revisão do posicionamento dos líderes religiosos diante da comunidade e das entidades civis do ensino religioso.

Texto completo:

PDF

Referências


ALTHUSSER, L. Aparelhos Ideológicos de Estado. Rio de Janeiro, RJ: Graal, 1985.

AQUINO, T. de. Suma teológica vol. São Paulo, SP: Loyola, 2002. v. 2.

ASSOCIAÇÃO INTERCONFESSIONAL DE EDUCAÇÃO. Ofício 015/98. Curitiba, 1998.

______. Proposta Curricular para o Ensino Religioso nas Escolas Públicas Estaduais, Municipais e Particulares no Estado do Paraná. Curitiba: [s. n.], 2000.

BRANDÃO, H. H. N. Introdução à análise do discurso. Campinas: Editora UNICAMP. 1998.

BRASIL. Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996. Institui as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lex: UFPR/PROGRAD. Curitiba, 1997

BOURDIEU, P. A Economia das trocas simbólicas. São Paulo, SP: Perspectiva, 1998.

CONFERÊNCIA Nacional dos Bispos do Brasil. Testemunhar a fé viva em pureza e unidade. São Paulo, SP: Paulinas, 1999.

______. Diretrizes Gerais da Ação Pastoral da Igreja no Brasil de 19831986. São Paulo, SP: Paulinas, 1999.

______. Diretrizes Gerais da Ação Pastoral da Igreja no Brasil de 19871990. São Paulo, SP: Paulinas, 1999.

COMUNIDADE Baháí Do Brasil. Ensino religioso nas escolas. Brasília, DF: Bahá´í do Brasil, 1996.

CONFÚCIO. Diálogos de Confúcio. Tradução de A. S. Ferreira. São Paulo, SP: IBRASA. 1983.

DUPUIS, J. Rumo a uma teologia cristã do pluralismo religioso. São Paulo, SP: Paulinas, 1999.

DIEL, P. F. A paróquia no Brasil na restauração católica durante a Primeira República. In: LONDOÑO. F. T. (Org.). Paróquia e comunidade no Brasil perspectiva histórica. São Paulo, SP: Paulus, 1997.

FORUM Permanente Do Ensino Religioso. Carta de Princípios. Florianópolis: [s.n.],1995.

GIDDENS, A. As conseqüências da modernidade. Tradução de R. Fiker. São Paulo, SP: Editora UNESP. 1990.

GIL FILHO, S. F. Espaço de representação e territorialidade do sagrado: notas para uma teoria do fato religioso. Ra’e Ga o espaço geográfico em análise, Curitiba, v. 3 n. 3, p 91-120, 1999.

______. Fides et ratio: notas para uma crítica ao discurso religioso In: ENCONTRO REGIONAL DE HISTÓRIA. 8., Curitiba, 2002. Anais... Curitiba: ANPUH. 2002.

MARCHI, E. O mito do Brasil católico: Dom Sebastião Leme e os contrapontos de um discurso. História Questões e Debates, Curitiba, v. 15, n. 28, 1998.

OTTO, R. O sagrado. Lisboa: Edições 70, 1992.

PANIKKAR, R. Intra-religious dialogue. New York: Paulist, 1999.

SHOGHI EFFENDI. O dia prometido chegou. Moji Mirim: Bahá’í do Brasil, 1998.

SÍNODO PARANAPANEMA. Moção à Assembléia da ASSINTEC 10 de maio de 1999. Curitiba: ASSINTEC. 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v5i16.7970

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat