Docência no curso de Pedagogia: uma relação paradoxal entre a teoria e a prática formativa

Maura Maria Morita Vasconcellos, Cláudia Chueire de Oliveira

Resumo


O artigo analisa resultado de pesquisa realizada em uma universidade pública relativa à docência e à formação pedagógica na qual um dos objetivos foi conhecer percepções de estudantes e docentes a respeito da qualidade do ensino de graduação nessa universidade. Pautado em uma abordagem predominantemente qualitativa, de caráter exploratório-descritivo, foram levantados dados sobre trabalho docente, qualidade do ensino e formação docente num curso de Pedagogia. O método hermenêutico-dialético foi utilizado como modelo de análise dos dados. O questionário foi o instrumento da coleta de dados de nove docentes e 84 estudantes desse curso de graduação. Como resultados, foram identificados problemas referentes à atuação do professor, ao comportamento de alunos e à organização do curso. Sobre a atuação do professor, priorizada neste texto, destacam-se problemas quanto à didática, à incoerência entre teoria e prática e ao compromisso docente, o que remete, necessariamente, à questão da formação docente. A investigação colocou em evidência a vulnerabilidade do trabalho docente que, mesmo praticado por docentes da área pedagógica, não está livre de ser considerado inadequado, especialmente quandos os discursos não são acompanhados de práticas correspondentes. 

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/dialogo.educ.7633

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat