O ATO PEDAGÓGICO COMO POSSIBILIDADES DE PRAZER, ENGAJAMENTO E SIGNIFICADO: POSSIBILIDADES DE INCLUSÃO NO CONTEXTO DA EXCLUSÃO SOCIAL

Rita Vieira de Figueiredo Boneti

Resumo


A inclusão de crianças com necessidades educacionais especiais é uma questão filosófica e político cultural. Filosófica, porque parte do princípio de que o espaço da escola deve ser dado para todas as crianças independente de raça, religião, condição social ou de desenvolvimento. Este é um espaço legitimo que não se questiona  possibilidades ou não de nele estar incluída toda criança. Político cultural porque implica numa política de garantia do direito que todo cidadão tem de se beneficiar dos bens materiais e culturais da sociedade. A partir deste pressuposto, dedica-se, neste texto, à análise  de uma experiência da aplicação da política de inclusão para a rede estadual do estado do Rio Grande do Norte, no início dos  anos 90, a qual pode ser considerada um marco importante na consolidação da política de inclusão praticada nos dias atuais.


Texto completo:

PDF

Referências


BOOTH, T.; AINSCOW, M. Indicie de Inclusion: desarollamdo el aprendizaje y la participation en lãs escuelas. Bristol,UK:Center for Studies on Inclusive Education, , 2000.

FIGUEIREDO, R. V.; MOTA, S. R. As condições Sociais de Apropriação da Leitura e o Caráter Ideológico da Reprodução Social na Escola Pública. In: COLLOQUI INTERNACIONAL DA AFIRSE,13., 2005, Manaus, Anais... Manaus, 2005.

LACAN, J. O seminário: livro 20. Mais ainda. Rio de Janeiro, RJ: Zahar, 1985. MOURA, M. S. Relato de experiência. Diversidade, Portugal, 2005. Prelo.

MOTA, S. R. da. Leitores da comunidade e crianças lêem histórias na escola: Programa de integração da criança remanescente à comunicação letrada. 2002. Tese (Doutorado) - Universidade Federal do Ceará, Ceará. 2002.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v6i17.6710

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat