A Matemática do ensino secundário: duas disciplinas escolares?

Wagner Rodrigues Valente

Resumo


O texto analisa o trajeto histórico do ensino de Matemática no período 1930-1970, do então denominado ensino secundário. O estudo mostra a existência de inúmeros trabalhos relativos à Matemática ensinada nos primeiros anos desse nível escolar. De outra parte, revela a ausência de pesquisas sobre as séries finais. Assim, o artigo foca a atenção nas transformações da Matemática escolar que hoje está presente no ensino médio. Utilizando como referência teórica de estudo as análises da história das disciplinas, o texto reúne argumentos para concluir que, efetivamente, é possível afirmar que existem duas disciplinas escolares de Matemática no mesmo ensino secundário.  

Texto completo:

PDF

Referências


BICUDO, J. C. O ensino secundário no Brasil e sua atual legislação – de 1931 a 1941 inclusive. São Paulo: Inspetoria do Ensino Secundário, 1942.

CARVALHO, T. M. Lições de matemática: de acordo com o programa do Curso Complementar de Engenharia. Rio de Janeiro: [s.n.], 1938.

CARVALHO, J. B. P. Euclides Roxo e as polêmicas sobre a modernização do ensino de matemática. In: VALENTE, W. R. (Org.). Euclides Roxo e a modernização do ensino de matemática no Brasil. Brasília: Editora da UnB, 2004. p. 86-158.

CHERVEL, A. História das disciplinas escolares: reflexões sobre um campo de pesquisa. Teoria e Educação, Porto Alegre, n. 2, p. 177-229, 1990.

CUNHA, H. L. Pontos de álgebra complementar. Rio de Janeiro: Tipografia Alba, 1939.

DASSIE, B. A. A matemática do curso secundário na reforma Gustavo

Capanema. 2001. 170 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) – Departamento de Matemática da Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

LIMA, G. Pontos de matemática: segundo os programas dos Cursos

Complementares. São Paulo: Soc. Impressora Paulista Ltda., 1938.

MARQUES, A. S. Tempos pré-modernos: a matemática escolar dos anos 1950. 2005. 150 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2005.

MIORIM, M. A. Introdução à história da educação matemática. São Paulo: Atual, 1998.

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO E SAÚDE. Ensino Secundário no Brasil – organização – legislação vigente – programas. n. 67. Rio de Janeiro: Instituto Nacional de Estudos Pedagógicos, 1952.

OTONE E SILVA, M. C. A matemática do curso complementar da Reforma Francisco Campos. 2006. 211 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

PEIXOTO, R. Elementos de geometria analítica. Rio de Janeiro: Oscar Mano, 1938.

PEIXOTO, R. Elementos de cálculo vetorial. 3. ed. Rio de Janeiro: Minerva, 1943.

RESNIK, M. Curso de trigonometria. São Paulo: Livraria Acadêmica, 1936.

RIBEIRO, D. F. C. Dos cursos complementares aos cursos clássico e científico: a mudança na organização dos ensinos de matemática. 2006. 252 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Programa de Estudos Pós- Graduados em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

ROCHA, J. L. A matemática do curso secundário na Reforma Francisco Campos. 2001. 228 f. Dissertação (Mestrado em Matemática) – Departamento de Matemática, Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 2001.

SERRÃO, A. N. Lições de álgebra elementar. Rio de Janeiro: J. R. de Oliveira & C., 1938.

SERRÃO, A. N. Lições de matemática: para médicos e químicos. Porto Alegre: Livraria do Globo, 1941.

TAVARES, J. C. A Congregação do Colégio Pedro II e os debates sobre o ensino de matemática. 2002. 172 f. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática) – Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2002.

THIENGO, E. R. A matemática de Ary Quintella e Osvaldo Sangiorgi: um estudo comparativo. 2001. 153 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Programa de Pós-Graduação em Educação do Centro Pedagógico da Universidade Federal do Espírito Santo Vitória, Espírito Santo, 2001.

VALENTE, W. R. (Org.). Euclides Roxo e a modernização do ensino de matemática no Brasil. Brasília: Editora da UnB, 2004a.

VALENTE, W. R. (Org.). A matemática do ginásio: livros para as reformas Campos e Capanema. São Paulo: Programa de Estudos Pós-Graduados em Educação Matemática da PUC-SP, 2004b. 1 CD-ROM.

VALENTE, W. R. (Org.). Osvaldo Sangiorgi: um professor moderno. São Paulo: Annablume; CNPq; GHEMAT, 2008.

VALENTE, W. R. (Org.). Osvaldo Sangiorgi e o MMM: um best-seller para o ginásio, um fracasso editorial no colégio. In: FLORES, C. R.; ARRUDA, J. P. (Org.).

A matemática moderna nas escolas do Brasil e de Portugal: contribuição para a história da educação matemática. São Paulo: Annablume; GHEMAT; Capes, 2010. p. 13-40.

VIEIRA, P. A. A nova orientação do ensino. São Paulo; Rio de Janeiro:

Companhia Melhoramentos de São Paulo, 1937.

VILLELA, L. M. A. GRUEMA: os livros didáticos de matemática de maior vendagem na Companhia Editora Nacional, no período de 1964 a 1980. In: BÚRIGO, E. Z.; FISCHER, M. C.; SANTOS, M. B. (Org.). A matemática moderna nas escolas do Brasil e de Portugal. Porto Alegre: Redes, 2008. p. 118-132.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v11i34.4459

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat