Narrativa e educação: algumas reflexões a partir de Benjamin, Kundera e Rorty

Heraldo Aparecido Silva

Resumo


Este artigo analisa alguns aspectos da noção de narrativa à luz das idéias do filósofo alemão Walter Benjamin (1892-1940), do literato tcheco Milan Kundera (1929-) e do filósofo norte-americano Richard Rorty (1931-2007). A fundamentação teórica de nosso estudo estará centrada, principalmente, no conhecimento advindo a partir de autores como: Benjamin (1975, 1986), Kundera (1988, 1994), Rorty (1990, 1994, 1995, 1997, 1998, 2000) e Orwell (1996). Assim, a interpretação dos textos dos autores estudados e a posterior confrontação de suas idéias permitirão relacioná-las conceitualmente com a temática proposta. Finalmente, propomos mostrar que, em alguns momentos e a despeito das diferenças teóricas entre Benjamin, Kundera e Rorty, suas vozes ecoam importantes mensagens em comum para a educação. 

Texto completo:

PDF

Referências


BENJAMIN, W. O narrador. In: Textos escolhidos. Tradução de Erwin Theodor Rosental. São Paulo: Abril Cultural, 1975. p. 63-81.

BENJAMIN, W. Documentos de cultura, documentos de barbárie. São

Paulo: Cultrix; EDUSP, 1986.

KUNDERA, M. A arte do romance. Tradução de Teresa Bulhões C. da Fonseca e Vera Mourão. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1988.

KUNDERA, M. Os testamentos traídos. Tradução de Teresa Bulhões C. da Fonseca e Maria Luiza Newlands Silveira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira, 1994.

ORWELL, G. 1984. 23. ed. Tradução de Wilson Velloso. São Paulo: Nacional, 1996.

RORTY, R. Truth and Freedom: a reply to Thomas McCarthy. Critical Inquiry, v. 16, p. 633-643, 1990.

RORTY, R. Contingência, ironia e solidariedade. Tradução de Nuno Ferreira da Fonseca. Lisboa: Presença, 1994.

RORTY, R. Heidegger, Kundera, and Dickens. In: RORTY, R. Essays on Heidegger and others: philosophical papers. Cambridge, UK: Cambridge University Press, 1995. v. 2, p. 66-82.

RORTY, R. The inspirational value of great works of literature. In: RORTY, R. Achieving our country. Cambridge: Harvard University Press, 1997. p. 125-140.

RORTY, R. Duas profecias. Folha de S. Paulo, São Paulo, 24 maio 1998. Caderno Mais!, p. 7.

RORTY, R. Educação como socialização e como individualização. In: GHIRALDELLI Jr., P. Filosofia da educação. Rio de Janeiro: DP&A, 2000. p. 81-97.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v11i33.4420

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat