EDUCAÇÃO, EMANCIPAÇÃO E SENSUS COMMUNIS

Carlo Ralph de Musis

Resumo


O objetivo deste ensaio é o de refletir sobre algumas implicações do pensamento desenvolvido por Theodor W. Adorno na educação. Com o aporte da noção Kantiana de juízo, este texto procura discutir a interface da educação com a indústria cultural, a sua viabilidade como instrumento do esclarecimento e a sua articulação com o sensus communis.

Texto completo:

PDF

Referências


ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

ADORNO, Theodor W.; HORKHEIMER, Max. Dialética do esclarecimento: fragmentos filosóficos. Rio de Janeiro: Zahar, 1985.

______. Educação e emancipação. São Paulo: Paz e Terra, 1995.

ARENDT, Hannah. Eichmann em Jerusalém: um relato sobre a banalidade do mal. São Paulo: Companhia das Letras, 2003.

FREUD, Sigmund. Psicologia de grupo e análise do ego (1921). Rio de Janeiro: Imago, 1976. (Standard Brasileira das Obras Completas de Sigmund Freud. v. 18).

______. O mal estar na civilização. Rio de Janeiro: Imago, 1997.

KANT, Immanuel. Crítica da faculdade do juízo. Rio de Janeiro: Forense, 1995.

MARCUSE, Herbert. Tecnologia, guerra e fascismo. São Paulo: Universidade Estadual de São Paulo, 1999.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/rde.v7i22.4201

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat