Formação pedagógica na docência universitária: o que pensam professores pesquisadores portugueses

Marilda Aparecida Behrens, Kelen dos Santos Junges

Resumo


O atual contexto universitário requer um novo perfil profissional nos docentes do ensino superior, demandando, além do conhecimento científico da área em que atuam, um repensar sobre a forma de organização do processo de ensino e aprendizagem, numa perspectiva pedagógica. Com este desafio posto, buscou-se investigar o problema: Quais as concepções dos professores portugueses para embasar uma formação pedagógica? Esta problemática gerou o objetivo desta pesquisa: Investigar e apresentar a visão de professores portugueses sobre a formação pedagógica para a docência no ensino superior. Ligadas a uma fase exploratória de pesquisa do doutorado, as 14 entrevistas apresentadas ocorreram durante um período de estágio. doutoral, com bolsa Capes, em Portugal, no Instituto de Educação da Universidade de Lisboa. Os professores entrevistados foram escolhidos porque são autores portugueses presentes na literatura, os quais apresentam em suas pesquisas o tema formação de professores, disponíveis no Brasil. Como instrumento de coleta de dados, utilizou-se uma entrevista semiestruturada com apoio de um guião focado nos temas a serem investigados. A categorização dos dados das entrevistas revela que as instituições de ensino superior precisam tornar-se o lócus dessa formação, a partir de processos formativos focados numa pedagogia universitária. Por outro lado, é importante que o docente universitário esteja convencido da importância da formação pedagógica e de seu desenvolvimento profissional e, para tanto, se disponham a melhorar sua prática para transformar a educação, a instituição, seus alunos e a si mesmo como profissional.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/1981-416X.18.056.AO01

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2018 Revista Diálogo Educacional