Presença de Aelurostrongylus abstrusus em amostras fecais de gatos no município de Pelotas, RS, Brasil

Alexsander Ferraz, Bruna dos Santos Pires, Eduarda Machado dos Santos, Eugênia Tavares Barwaldt, Paola Renata Joanol Dallmann, Carolina da Fonseca Sapin, Camila Moura de Lima, Diego Moscarelli Pinto, Márcia de Oliveira Nobre, Leandro Quintana Nizoli

Resumo


Aelurostrongylus abstrusus é um nematódeo que acomete o trato respiratório dos felinos, sendo considerado o parasito mais comum do parênquima pulmonar dos gatos. Pelo fato de os sinais clínicos serem inespecíficos, o uso de técnicas coproparasitológicas é importante para o diagnóstico definitivo. Dentre estas, a técnica de Baermann é considerada a de eleição. Este trabalho teve como objetivo avaliar a presença de larvas de A. abstrusus em amostras fecais de gatos domésticos do município de Pelotas, Rio Grande do Sul, Brasil. Foram analisadas, através da técnica de Baermann, 60 amostras. Destas, duas foram positivas para larvas de 1º estágio deste parasito, representando 3,3% do total. Estes dados evidenciam a importância da realização desta técnica no diagnóstico de aelurostrongilose, sendo relevante para o diagnóstico diferencial das afecções respiratórias dos felinos.


Palavras-chave


Fezes. Diagnóstico. Parasito pulmonar. Gatos.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.7213/2596-2868.2020.18009

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2020 Editora PUCPRESS