A “concessão dolorosa” de Husserl na segunda edição de Prolegômenos: a ideia de verdade em si

Carlos Diógenes Cortes Tourinho

Resumo


O presente artigo aborda as concessões feitas por Husserl no texto de Prolegômenos, na segunda edição de Investigações Lógicas. O artigo mostra que a concessão mais difícil estaria exatamente na manutenção da ideia de “verdade em si” (Wahrheit an sich). Por um lado, Husserl afirma que a “verdade em si” não poderia depender da constituição da natureza humana, pois tal dependência abalaria o próprio sentido da ideia de “verdade”. Por outro lado, não deixaria de reconhecer a insuficiência da ideia de “verdade em si”, na medida em que tal ideia encobriria o importante problema da relação entre o real e o ideal.

Texto completo:

PDF

Referências


BELL, D. Husserl. London; New York: Routledge, 1995. (The Arguments of the Philosophers).

BRENTANO, F. Psychologie vom empirischen Standpunkt. Hamburg: Meiner, 1973. Bd. 1. Primeira edição de 1874.

FARBER, M. The foundation of Phenomenology: Edmund Husserl and the quest for a rigorous science of philosophy. Cambridge: Harvard University Press, 1943.

FRAGATA, J. A Fenomenologia de Husserl como fundamento da filosofia. Braga: Livraria Cruz, 1956.

HUSSERL, E. Prolegomena zur reinen Logik. In: HUSSERL, E. Logische

Untersuchungen. Halle a. d. S.: Max Niemeyer, 1913. Bd 1. Primeira edição de 1900.

HUSSERL, E. Die Idee der Phänomenologie. Netherlands: Martinuos Nijhoff, 1950. (Husserliana, Bd 2). Primeira edição de 1907.

HUSSERL, E. Ideen zu einer reinen Phänomenologie und phänomenologischen Philosophie. Allgemeine Einführung in die reine Phänomenologie (Erstes Buch). Halle a. d. S.: Max Niemeyer, 1913.

JÄSCHE, G. B. Immanuel Kant’s Logik. Einleitung. Begriff der Logik. In:

HARTENSTEIN, G. (Ed.) Immanuel Kant’s Werke. Leipzig: Modes und

Baumann, 1838. Bd 1. Editado em 1800. Disponível em: .

LIPPS, T. Die Aufgabe der Erkenntnistheorie und die Wundt’sche Logik.

Philosophische Monatshefte, v. 16, p. 529-539, 1880.

LIPPS, T. Grundzüge der Logik. Hamburg und Leipzig: Verlag von Leopold Voss, 1893. Digitized by the Internet Archive in 2010 with funding from University of Toronto. Disponível em: .

TOURINHO, C. D. C. A ampliação da auto-reflexão da consciência: Kant e sua influência sobre a fenomenologia transcendental de Edmund Husserl. Princípios: Revista de Filosofia, v. 18, n. 30, p. 199-210, jul./dez. 2011.

TOURINHO, C. D. C. Versões da ‘transcendência na imanência’ na fenomenologia de Edmund Husserl”. Revista Philósophos, v. 17, n. 2, p. 107-130, jul./dez. 2012.

SANTOS, J. H. Do empirismo à fenomenologia: a crítica do psicologismo nas investigações lógicas de Husserl. São Paulo: Edições Loyola, 2010.




DOI: http://dx.doi.org/10.7213/aurora.26.039.DS05

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2017 Editora Universitária Champagnat

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.