Imaginário urbano e conjuntura no Rio de Janeiro

Brasilmar Ferreira Nunes, Heitor Vianna Moura

Resumo


A Região Metropolitana do Rio de Janeiro vem atravessando conjuntura favorável, inclusive por ter sido a escolhida para sediar grandes eventos globais nos próximos anos. A metrópole polariza região rica em recursos naturais (petróleo), e recebe vultosos investimentos industriais e em infraestrutura urbana que alterarão sua lógica espacial. Somam-se a essa conjuntura as políticas de segurança pública, que alteram o paradigma de metrópole violenta que a caracterizou nessas últimas décadas. O presente artigo – com caráter de ensaio – problematiza essa conjuntura. O pressuposto é que, em razão desses fatores, a imagem da metrópole vem se modificando positivamente. Metodologicamente, a tratamos primeiro como um fenômeno macrossocial e, posteriormente, refletimos sobre seus problemas intraurbanos estruturais que interferem no imaginário que se tem sobre ela. Teoricamente fizemos uso de estudos históricos, demográficos, econômicos e sociais cuja síntese auxilia na construção de interpretações sobre a realidade metropolitana hoje e subsidiam as reflexões apresentadas.

Palavras-chave


Rio de Janeiro; Evolução demográfica; Economia urbana; Política urbana; Cultura urbana

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.