MUDANÇAS ESTRUTURAIS DA OCUPAÇÃO DA MÃO-DE-OBRA NA ECONOMIA REGIONAL DO SUDOESTE PARANAENSE NO INÍCIO DO SÉCULO XXI

Jurandir Ferrera de Lima, Paulo Henrique de Cezaro Eberhardt, Daiana Carolina Gentilini, Augusto Luiz Heck

Resumo


O objetivo deste artigo e analisar as mudancas estruturais na economia dos municipios do Sudoeste paranaense. Para mensurar as mudancas na estrutura produtiva, no que tange a ocupacao da mao-deobra, foi utilizado os indicadores de analise regional. O Sudoeste paranaense e uma regiao de colonizacao recente, cuja fronteira agricola se esgotou nos anos 1970. Ela tambem e considerada uma das regioes mais pobres do Parana e sofreu o impacto da modernizacao da agropecuaria, mas conserva ainda forte dualidade no desenvolvimento rural. Ha no Sudoeste do Parana duas cidades mais desenvolvidas do que as demais: Francisco Beltrao e Pato Branco, porem esse desenvolvimento nao e tao expressivo como nas cidades do Oeste paranaense, que tem em Toledo, Cascavel e Foz do Iguacu um desenvolvimento muito superior aos demais municipios.

Palavras-chave


Economia regional; Analise regional; Economia urbana; Economia paranaense

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.