DESENVOLVIMENTO URBANO LOCAL: o caso da Zona Franca de Manaus

Emanuelle Silva Araújo

Resumo


Desde fins do século XIX com o fastígio da borracha, a Amazônia tem sido alvo de incentivos governamentais para ocupação territorial. Um dos mais fortes estímulos à migração teve origem na Política de Integração Nacional, na década de 1960 durante o regime militar: a Zona Franca de Manaus. Esta política trouxe consigo uma série de transformações na dinâmica do crescimento da capital amazonense, principalmente no que tange ao tecido urbano do município. Este trabalho parte do entendimento de que o fenômeno de crescimento populacional acelerado de Manaus deve-se em larga escala aos deslocamentos humanos dirigidos ao município, tendo, principalmente, como fator de atração a política de incentivos da Zona Franca. Para tanto, buscou-se analisar as relações entre a criação e implementação da Zona Franca de Manaus, dinâmica demográfica do município e transformações do tecido urbano. Percebeu-se que houve uma grande urbanização, industrialização, progresso do setor de serviços, ao passo que aumentou a demanda por esses serviços, bem como por infraestrutura urbana. Esta iniciativa teve como consequência um grande avanço, ao passo que suscitou grandes questões sociais.

Palavras-chave


Zona Franca de Manaus; Desenvolvimento regional; Migração

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.