Diagnóstico ambiental de um câmpus universitário como estratégia para proposta de práticas sustentáveis

Elaine Nolasco Ribeiro, Raynan Lima Carneiro, Olga Porto da Silva Galdino, Pedro Henrique Vieira Duraes, Dulce Maria Sucena da Rocha, Maria Cristina de Oliveira

Resumo


As universidades, direta ou indiretamente, causam impacto no ambiente através do consumo de água, energia, geração de resíduos e ocupação de áreas verdes. Este estudo teve por objetivo realizar um diagnóstico do consumo de água e energia; geração de resíduos e manejo de áreas verdes no câmpus da Faculdade UnB de Planaltina/Distrito Federal, para propor uma estratégia de gestão sustentável. Para tal, foram analisados os consumos de água e energia (período de 2006 a 2017), a caracterização quali-quantitativa dos resíduos sólidos (2015-2016) e estudo fitossociológico das áreas verdes do câmpus. Os resultados obtidos indicaram que os consumos de água e energia estão aumentando desde a inauguração do câmpus, em 2006, devido à ampliação do quadro de servidores, alunos e áreas edificadas. Dos resíduos sólidos produzidos, 67% são recicláveis. O estudo fitossociológico indicou alta diversidade biológica do Cerrado sentido restrito. Dentre as estratégias indicadas para gestão, indica-se a adoção de programas de uso eficiente da água e de energia elétrica e implantação da coleta seletiva com destinação da fração reciclável a cooperativas de catadores. Nas áreas verdes, recomenda-se sua preservação e conservação, além da expansão do câmpus em áreas mais degradadas do Cerrado sentido restrito, para reduzir a supressão da cobertura vegetal.


Palavras-chave


câmpus universitário; universidades sustentáveis; resíduos sólidos; água; energia

Texto completo:

PDF

Referências


Alvarez, A. L. M. (1998). Uso racional e eficiente de energia elétrica: metodologia para a determinação dos potenciais de conservação dos usos finais em instalações de ensino e similares (Dissertação de mestrado). Escola Politécnica, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Bizerril, M. (2018). Universities in transition to sustainability: challenges and opportunities for the Campus of the University of Brasilia in Planaltina. In W. Leal Filho, F. Frankenberger, P. Iglecias & R. Mülfarth (Org.), World sustainability series (pp. 361-370). Cham: Springer International Publishing.

Brasil. (2006, 25 de outubro). Decreto n° 5.940, de 25 de outubro de 2006. Dispõe sobre a separação dos resíduos recicláveis descartados pelos órgãos e entidades da administração pública federal direta e indireta, na fonte geradora, e a sua destinação às associações e cooperativas dos catadores de materiais recicláveis, e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União, seção 1.

Brasil. (2010, 2 de agosto). Lei n° 12.305, de 02 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos; altera a Lei n° 9.605, de 12 de fevereiro de 1998; e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União, seção 1.

Brasil. (2015, 12 de fevereiro). Portaria n° 23, de 12 de fevereiro de 2015. Estabelece boas práticas e uso de Energia Elétrica e de Água nos órgãos e entidades da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional e dispõe sobre o monitoramento de consumo desses bens e serviços. Brasília: Diário Oficial da União, seção 1.

Brett, L. M., Levy, R., & Marans, W. (2012). Towards a campus culture of environmental sustainability: recommendations for a large university. International Journal of Sustainability in Higher Education, 13(4), 365-377. http://dx.doi.org/10.1108/14676371211262317.

Couto-Júnior, A. F. (2014). Relátorio Coordenação Estratégica Ambiental do Câmpus UnB Planaltina. Brasília: Universidade de Brasília.

Couto-Júnior, A. F. (2017). Relatório Câmpus UnB Planaltina. Brasília: Universidade de Brasília.

Crispim, I. M. M. (2016). Sustentabilidade Ambiental: com foco na eficiência energética da Universidade Federal de Goiás-Regional Catalão (Dissertação de mestrado). Universidade Federal de Goiás Regional Catalão, Catalão.

Chung, M. H., & Rhee, E. K. (2014). Potencial opportunities for energy conservation in existing buildings on university campus: a field survey in Korea. Energy and Building, 78, 176-182. http://dx.doi.org/10.1016/j.enbuild.2014.04.018.

Fagnani, E. & Guimarães, J. R. (2017). Waste management plan for higher education institutions in development countries: the continuous improvement cycle model. Journal of Cleaner Production, 147, 108-118. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2017.01.080.

Felfili, J. M., Silva, M. C., Jr., Rezende, A. V., Machado, J. W. B., Nogueira, P. E., & Walter, S. M. T. (1994). Projeto biogeografia do bioma cerrado: vegetação e solos. Cadernos de Geociências, 12, 84-114.

Gallardo, A., Edo-Alcón, N., Carlos, M., & Renau, M. (2016). The determination of waste generation and composition as an essential tool to improve the waste management plan of a university. Waste Management (New York, N.Y.), 53, 3-11. http://dx.doi.org/10.1016/j.wasman.2016.04.013. PMid:27107706.

Geng, Y., Liu, K., Xue, B., & Fujita, T. (2013). Creating a ‘green university’ in China: a case of Shenyang University. Journal of Cleaner Production, 61, 13-19. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2012.07.013.

Google Earth Pro. (2019). Faculdade UnB Planaltina, DF. Coordenadas 15o 35’53,99’’S e 47o 39’30,01’’O, Elevação 976 m. Recuperado em 23 agosto de 2019, de https://www.google.com.br/earth/download/gep/agree.html

Holanda, F., & Gomes, V. (2010). Relatório do Plano Diretor para o Câmpus de Planaltina – Projeto Básico. Brasília: CEPLAN.

Instituto Brasileiro de Administração Municipal – IBAM. (2001). Manual de gerenciamento integrado de resíduos sólidos. Rio de Janeiro: IBAM.

Irulegi, O., Ruiz-Pardo, A., Serra, A., Salmerón, J. M., & Veja, R. (2017). Retrofit strategies towards Net Zero Energy Educational Buildings: A case study at the University of the Basque Country. Energy and Building, 144, 387-400. http://dx.doi.org/10.1016/j.enbuild.2017.03.030.

Loboda, C. R., & De Angelis, B. L. D. (2005). Áreas verdes públicas urbana: conceitos, usos e funções. Ambiência, 1(1), 125-139.

Lukman, R., Tiwary, A., & Azapagic, A. (2009). Towards greening a university campus: the case of the University of Maribor, Slovenia. Resources, Conservation and Recycling, 53, 639-644. http://dx.doi.org/10.1016/j.resconrec.2009.04.014.

Marinho, M., Gonçalves, M. S., & Kiperstok, A. (2014). Water conservation as a tool to support sustainable practices in a Brazilian public university. Journal of Cleaner Production, 62, 98-106. http://dx.doi.org/10.1016/j.jclepro.2013.06.053.

Menegassi, L. F. (2012). Avaliação da aplicabilidade de Indicadores de Consumo como ferramentas de auxílio à racionalização do uso de água do Câmpus Universitário Trindade (Trabalho de conclusão de curso). Centro Tecnológico, Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis.

Mikulic, J., & Babina, M. (2009). The role of universities in environmental management. Polish Journal of Environmental Studies, 18(4), 527-531.

Morales, M. R. (2012). Caracterización de residuos sólidos en la Universidad Iberoamericana, Ciudad de México. Revista Internacional de Contaminación Ambiental, 28(1), 93-97.

Okeniyi, J., & Anwan, E. U. (2012). Solid wastes generation in Covenant University, Ota, Nigeria: characterization and implication for sustainable waste management. Journal of Materials and Environmental Science, 3(2), 419-425.

Petersen, J. E., Frantz, C. M., Shammin, M. R., Yanisch, T. M., Tincknell, E., & Myers, N. (2015). Electricity and water conservation on college and university campuses in response to national competitions among dormitories: quantifying relationships between behavior. Conservation Strategies and Psychological Metrics, 10(12), 1-41. http://dx.doi.org/10.1371/journal.pone.0144070.

Saidel, M., Silva, R. S., & Nascimento, L. M. (2018). The permanent program for efficient use of energy at university of São Paulo – PURE-USP. Management of Environmental Quality, 25(3), 361-372. http://dx.doi.org/10.1108/MEQ-02-2014-0011.

Santana, L. M. C., & Kiperstok, A. (2010). Caracterização preliminar de consumo de água em prédios públicos administrativos. In Anais do I Congresso Baiano de Engenharia Sanitária e Ambiental (pp. 1-5). São Paulo: Acqua Consultoria.

Silva, R. D. S., Oliveira, R. C., & Tostes, M. E. L. (2017). Analysis of the Brazilian energy efficiency program for electricity distribution systems. Energies, 10(9), 1391. http://dx.doi.org/10.3390/en10091391.

Sousa, W. C., Jr., Ribeiro, E. N., Oliveira, L. H., & Ilha, M. S. O. (2011). O investimento em tecnologias poupadoras e o seu impacto no consumo de água em aeroportos. In W. C. Sousa Júnior & E. N. Ribeiro (Eds.), Uso eficiente da água em aeroportos. São Carlos: Rima Editora.

Tangwanichagapong, S., Nitivattananon, V., Mohanty, B., & Visvanathan, C. (2017). Greening of a campus through waste management initiatives. Experience from a higher education institution in Thailand. International Journal of Sustainability in Higher Education, 18(2), 203-217. http://dx.doi.org/10.1108/IJSHE-10-2015-0175.

Universidade Federal de São Paulo – UNIFESP. (2018). Gestão e segurança ambiental: consumo de água e energia elétrica. Recuperado em 10 de agosto de 2018, de http://www.unifesp.br/reitoria/dga/dga-campi/consumo-de-agua-e-energia

Vagnoni, E. E., & Cavicchi, C. (2015). An exploratory study of sustainable development at Italian Universities. International Journal of Sustainability in Higher Education, 16(2), 217-236. http://dx.doi.org/10.1108/IJSHE-03-2013-0028.

Vega, C. A., Benítez, S. O., & Barreto, M. E. R. (2008). Solid waste characterization and recycling potential for a univeristy campus. Waste Management (New York, N.Y.), 28(Suppl 1), S21-S26. http://dx.doi.org/10.1016/j.wasman.2008.03.022. PMid:18572396.

Zhang, N., Williams, I. D., Kemp, S., & Smith, N. F. (2011). Greening academia: developing sustainable waste management at Higher Education Institutions. Waste Management (New York, N.Y.), 31(7), 1606-1616. http://dx.doi.org/10.1016/j.wasman.2011.03.006. PMid:21450452.

Zhao, W., & Zou, Y. (2015). Green university initiatives in China: a case of Tsinghua University. International Journal of Sustainability in Higher Education, 16(4), 491-506. http://dx.doi.org/10.1108/IJSHE-02-2014-0021.

Zhou, X., Yan, J., Zhu, J., & Cai, P. (2013). Survey of energy consumption and energy conservation measures for colleges and universities in Guandong province. Energy and Building, 66, 112-118. http://dx.doi.org/10.1016/j.enbuild.2013.07.055.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.