Coleta seletiva em condomínios residenciais verticalizados do município de Vitória (ES): características operacionais e de participação social

Jacqueline R. Bringhenti, Patrícia Dornelas Bassani, Irene Thomé Rabello Laignier, Florindo dos Santos Braga, Wanda M. Risso Günther

Resumo


A determinação das características operacionais e de participação social de iniciativas de coleta seletiva no município de Vitória, no Espírito Santo, Brasil, envolveu oito condomínios residenciais verticalizados. Para avaliar o comportamento da geração de resíduos sólidos/recicláveis, foram executadas 16 campanhas durante um mês. Em três delas, foi avaliado o gerenciamento por meio de: checklist das condições operacionais; entrevistas com roteiro semiestruturado; observações e registros de campo; e monitoramento do programa. O resíduo sólido mais representativo foi o papel (46,8%), e o menos observado, o eletroeletrônico (0,6%). Verificou-se alta taxa de rejeitos (18,1%), denotando falhas na segregação. A geração média per capita resultou em 0,07 kg/hab/dia com participação de 25,3% dos moradores, não sendo observada diferença significativa entre as semanas. Observou-se correlação negativa entre geração per capita e número de apartamentos, sugerindo que condomínios com mais residências têm dificuldades de disseminar a coleta seletiva, levando à baixa participação. Infraestrutura, coleta, rotatividade e ações de divulgação são gargalos operacionais.


Palavras-chave


resíduos sólidos domésticos; coleta seletiva; composição gravimétrica de resíduos; reciclagem; condomínios residenciais

Texto completo:

PDF

Referências


Associação Brasileira de Empresas de Limpeza Pública e Resíduos Especiais - ABRELPE. (2014). Panorama de Resíduos Sólidos no Brasil 2014. São Paulo: ABRELPE. Recuperado em 15 de novembro de 2015, de www.abrelpe.org.br

Al-khatib, I. A.; Monou, M.; Zahra, A. S. F. A.; Shaheen, H. Q.; Kassinos, D. (2010). Solid waste characterization, quantification and management practices in developing countries. A case study: Nablus district – Palestine. Journal of Environmental Management, 91(5), 1131-1138. http://dx.doi.org/10.1016/j.jenvman.2010.01.003

Aphale, O. K. L.; Thyberg, D. J. T. (2015). Differences in waste generation, waste composition, and source separation across three waste districts in a New York suburb. Resources, Conservation and Recycling, 99, 19-28. DOI10.1016/j.resconrec.2015.03.008

BRASIL (2010, 3 de agosto). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. Institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos e dá outras providências. Brasília: Diário Oficial da União.

Fundação Nacional de Saúde - FUNASA. (2010). Programas municipais de coleta seletiva de lixo como fator de sustentabilidade dos sistemas públicos de saneamento ambiental na região metropolitana de São Paulo. Brasília: Fundação Nacional de Saúde. Recuperado em 18 de outubro de 2013, de www.funasa.gov.br.

Bringhenti, J. R.; Günther, W. M. R. (2011). Participação social em programas de coleta seletiva de resíduos sólidos urbanos. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental, 16 (4), 421-43. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522011000400014.

Bringhenti, J. R.; Laignier, I. T. R.; Louzada, J. P.; Brunetti, O. B.; Romano, E. B. (2009). Gerenciamento de programas de coleta seletiva de lixo em condomínios: um estudo de caso. In: Congreso Interamericano de Resíduos Sólidos da AIDIS. Buenos Aires: AIDIS.

Bringhenti, J. R; Zandonade, E.; Günther, W. M. R. (2011). Selection and validation of indicators for programs selective collection evaluation with social inclusion. Resources, Conservation and Recycling, 55, 876–884. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2011.04. 010.

Compromisso Empresarial para Reciclagem - CEMPRE. (2013). CEMPRE Review. São Paulo: CEMPRE. Recuperado em 05 de agosto de 2014, de www.cempre.org.br

Compromisso Empresarial para Reciclagem - CEMPRE. (2017). Pesquisa CEMPRE CICLOSOFT 2016. São Paulo: CEMPRE. Recuperado em 08 de fevereiro de 2017, de www.cempre.org.br

Dennison, G. J.; Dodd, V. A.; Whelan, B. (1996). A socio-economic based survey of household waste characteristics in the city of Dublin, Ireland. I. Waste composition. Resources, Conservation and Recycling, 17 (3), 227-244. https://doi.org/10.1016/0921-3449(96)01070-1

Eigenheer, E. M.; Ferreira, J. A. (2015). Três décadas de coleta seletiva em São Francisco (Niterói/RJ): lições e perspectivas. Revista Engenharia Sanitária e Ambiental, 20 (4), 677-684. http://dx.doi.org/10.1590/S1413-41522015020040132994

EUROPEAN COMMISSION. (2004). Methodology for the analysis of solid waste (SWA-tool). 5th Framework Program, Vienna: EUROPEAN COMMISSION. Recuperado em 20 de maio de 2010, de

Fehr, M.; Castro, M. S. M. V. de; Calçado, M. d. R. (2000). A practical solution to the problem of household waste management in Brazil. Resources, Conservation and Recycling, 30 (3), 245-257. https://doi.org/10.1016/S0921-3449(00)00063-X

Fehr, M.; Castro, M. S. M. V. de; Calçado, M. d. R. (2010). Condominium waste management by private initiative: a report of a 10-year project in Brazil. Waste Management & Research, 28, 309–314. https://doi.org/10.1177/0734242X09344337

Frésca, F. R. C. (2007). Estudo da geração de resíduos sólidos domiciliares no município de São Carlos, SP, a partir da caracterização física (Dissertação de Mestrado). Escola de Engenharia de São Carlos, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Gomez, G.; Meneses, M.; Ballinas, L.; Castells, F. (2008). Characterization of urban solid waste in Chihuahua, Mexico, Waste Management, 28 (12), 2465-2471. https://doi.org/10.1016/j.wasman.2007.10.023

Hennigen, V. (2003). Otimização da Coleta Seletiva em Edifícios Residenciais de Porto Alegre/RS: Desafios e oportunidades. (Monografia). Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre.

Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística - IBGE. (2010). Censo Demográfico 2010. Rio de Janeiro: IBGE. Recuperado em 25 de abril de 2016, de www.ibge.gov.br

Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada - IPEA. (2012). Diagnóstico sobre Catadores de Resíduos Sólidos. São Paulo: IPEA. Recuperado em 22 de junho de 2016, de http://www.silvaporto.com.br/admin/downloads/CATADORES_BRASIL_IPEA_2012. pdf>

Laignier, I. T. R. (2001) Caracterização gravimétrica e comercial dos resíduos sólidos urbanos recolhidos em Postos de Entrega Voluntária do Sistema de Coleta Seletiva da Prefeitura Municipal de Vitória – ES. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

Luna, Y. H. D. M. de; Athayde Júnior, G. B.; Batista, M. M.; Oliveira, M. M. de. (2010). Avaliação da Eficiência da Coleta Seletiva em Condomínio Vertical de João Pessoa. In: Anais do Simposio Iberoamericano de Ingeniería de Resíduos da ABES, João Pessoa: ABES.

Mancini, S. D.; Nogueira, A. R.; Kagohara, D. A.; Schwartzman, J. A. S.; Mattos, T. de. (2007). Recycling potential of urban solid waste destined for sanitary landfills in Brazil. Waste Management & Research, 25, 517–523. https://doi.org/10.1177/0734242X07082 113

Martin, M.; Williams, I. D.; Clark, M. (2006). Social, cultural and structural influences on household waste recycling: A case study. Resources, Conservation and Recycling, 48, 357-395. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2005.09.005

McDonald, S.; Oates, C. (2003). Reasons for non-participation in a kerbside recycling scheme. Resources, Conservation and Recycling, 39, 369-385. https://doi.org/10.1016/ S0921-3449(03)00020-X

Miezah, K.; Obiri-Danso, K.; Kádár, Z., Fei-Baffoe, B.; Mensah, M. Y. (2015). Municipal solid waste characterization and quantification as a measure towards effective waste management in Ghana. Waste Management, 46, 15–27. https://doi.org/10.1016/j.wasman. 2015.09.009

Monteiro, J. H. P. et al. (2001). Manual de Gerenciamento Integrado de resíduos sólidos. Rio de Janeiro: IBAM.

Morigaki, M. M. (2003). Indicadores de recuperação de material reciclável da Unidade de Triagem de Vitória – ES. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

Rodrigues, W., Magalhães Filho, L. N. L., Pereira, R. S. (2016). Análise dos determinantes dos custos de resíduos sólidos urbanos nas capitais estaduais brasileiras. URBE. Revista Brasileira de Gestão Urbana, 9(1), 139-154. DOI: 10.1590/2175-3369 .008.001.AO02.

Rocha, E. A. P. (2005). Estudo de fatores sócio-econômicos intervenientes na geração e características do resíduo sólido doméstico da cidade de Vitória – ES. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

Sidique, S. F.; Joshi, S. V.; Lupi, F. (2010a). The effects of behavior and attitudes on drop-off recycling activities. Resources, Conservation and Recycling, 54, 163-170. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2009.07.012

Sidique, S. F.; Joshi, S. V.; Lupi, F. (2010b). Factors influencing the rate of recycling: an analysis of Minnesota counties. Resources, Conservation and Recycling, 54, 242-249. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2009.08.006

Tchobanoglous, G.; Theisen, H.; Vigil, S. A. (1993). Integrated Solid Waste Management, Engineering Principles and Management Issues. California/Singapore:McGraw-Hill International Editions.

Timlett, R. E.; Williams, I. D. (2008). Public participation and recycling performance in England: a comparison of tools for behaviour change. Resources, Conservation and Recycling, 52, 622–634. https://doi.org/10.1016/j.resconrec.2007.08.003

Trazzi, Y. D. P. (2005). Caracterização da participação social no Programa de Coleta Seletiva na modalidade Ecopostos no município de Vitória-ES. (Dissertação de Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Engenharia Ambiental, Universidade Federal do Espírito Santo, Vitória.

UNITED NATIONS. (2014). World Urbanization Prospects: The 2014 Revision, Highlights. (ST/ESA/SER.A/352). New York: United Nations. Recuperado em 08 de fevereiro de 2017, de https://esa.un.org/unpd/wup/publications/files/wup2014-highlights .pdf

Wang, F. S.; Richardson, A. J.; Roddick, F. A. (1997). Relationships between set-out rate, participation rate and set-out quantity in recycling programs. Resources, Conservation and Recycling, 20 (1), 1-17. https://doi.org/10.1016/S0921-3449(97)01194-4

Zhang, D.; Keat, T. S.; Gersberg, R. M. (2010). A comparison of municipal solid waste management in Berlin and Singapore. Waste Management., 30 (5), 921-33. https://doi.org/ 10.1016/j.wasman.2009.11.017


Apontamentos

  • Não há apontamentos.