Planejamento urbano sustentável: um estudo para implantação de infraestrutura verde no Bairro Bancários, João Pessoa-PB, Brasil

Vivianne Lisbethe Bezerra Maropo, Emilia Evangelista Morais, André Cavalcanti Nunes, José Augusto Ribeiro da Silveira

Resumo


O modelo atual de planejamento urbano no Brasil oferta maiores possibilidades aos veículos motorizados, buscando assim soluções que beneficiem esse segmento, gerando impactos negativos à cidade. A implantação de infraestrutura verde no Bairro Bancários em João Pessoa-PB busca, através de medidas urbanísticas mais sustentáveis, aproximar a natureza ao espaço urbano, utilizando desses conceitos na diminuição dos impactos gerados no uso da infraestrutura cinza. Para sua aplicação, fez-se uma revisão bibliográfica sobre a infraestrutura verde e, em seguida, o diagnóstico e retrato dinâmico do bairro, para assim propor cenários alternativos que priorizam os conflitos e potencialidades observadas. Desse modo, a ênfase dos cenários seguiu os conceitos da Mobilidade Urbana, Sustentabilidade e Uso, Ocupação e Desenvolvimento Urbano, criados a partir das características dos bons espaços públicos ditas por autores conceituados. Por fim, é proposta uma série de projetos que, alinhados com o conceito de infraestrutura verde, possibilitam um melhor aproveitamento do espaço público, propondo projetos urbanos mais sustentáveis e atentos às novas necessidades das cidades contemporâneas.

Palavras-chave


Sustentabilidade, Planejamento Urbano, Infraestrutura Verde

Texto completo:

PDF

Referências


ABCP – Associação Brasileira de Cimento Portland Programa Soluções para Cidades. (2013). Controle de Inundações - Programa Ruas Verdes de Portland, Oregon / EUA. Recuperado em 21 de dezembro de 2017, de http://www.solucoesparacidades.com.br

Benedict, M. A., & McMahon, E. T. (2006). Green Infrastructure: Linking Landscapes and Communities (2a ed., Vol. 1). Washington: Island Press.

Bentes, J. C. G. (2014). Dispersão Urbana no Médio Paraíba Fluminense (Tese de doutorado). Universidade de São Paulo, São Paulo.

Cormier, N. S., & Pellegrino, P. R. M. (2008). Infraestrutura Verde: Uma estratégia paisagística para a água urbana. Paisagem Ambiente: ensaios, (25), 125-142.

Gehl, J. (2013). Cidades para pessoas. (2a ed., Vol. 1). São Paulo: Perspectiva.

Hannes, E. (2015). Infraestrutura verde como instrumento de legislação urbana: Uma análise do plano diretor estratégico de São Paulo. Cidades Verdes, 3(6), 55-61.

Herzog, C. P., & Lourdes, Z. R. (2010) Infraestrutura Verde: sustentabilidade e resiliência para a paisagem urbana. Revista Labverde. Edição 01, 92-115. https://www.revistas.usp.br/revistalabverde/article/view/61281

Jacobs, J. (2011). Morte e Vida de Grandes Cidades. (3a ed., Vol. 1) São Paulo: WMF Martins Fontes.

Karssenberg, Hans et al. (2015). A cidade ao nível dos olhos: lições para os plinths. Porto Alegre, ediPUCRS.

Negrão, A. G.; Lira, A. H.; Castor, D. C.; Silveira, J. A. R. da; (2016). A produção da cidade: combinações e conflitos no setor sudeste de João Pessoa/PB. Pluris: 7º Congresso Luso Brasileiro para o Planejamento Urbano, Regional, Integrado e Sustentável. Contrastes, Contradições e Complexidades. Maceió, Brasil.

Negrão, Ana Gomes; Silveira, José Augusto R. da. (2016). Conjuntos Habitacionais populares e periferização: a produção e a apropriação do setor sudeste de João Pessoa/ PB. Inserido no livro: Lugares e suas Interfaces Intraurbanas: transformações urbanas e periferização. Editora da UFPB; Editora Paraiboa, 2016.

Rogers, R. (2001). Cidades para um pequeno planeta. (2a ed., Vol. 1). Lisboa: GG.

Rodrigues, F. A. H., & Santos, M. P. S. (1995). A criação de cenários através da análise de impactos cruzados: Uma revisão bibliográfica aplicada à avaliação de alternativas de transporte. In Anais do IX ANPET – Congresso de Pesquisa e Ensino em Transportes (p. 442-453). São Carlos: ANPET.

Scocuglia, J. B. C. (1999). A Política Habitacional do BNH no Brasil pós-64 e seus Reflexos na Expansão Urbana de João Pessoa. João Pessoa: Editora Universitária/UFPB.

Speck, Jeff. Cidade Caminhável. Tradução Anita Dimarco, Anita Natividade. – I reimpr da I ed. – São Paulo: Perspectiva, 2017


Apontamentos

  • Não há apontamentos.