O mercado habitacional e o processo de gentrificação em cidades latino-americanas: um estudo exploratório no bairro de Boa Viagem, Recife-PE

Fernando Pontual de Souza Leão júnior, Cristóvão de Souza Brito

Resumo


O espaço da cidade é o lócus de ação dos agentes do mercado imobiliário habitacional, e suas ações são indutoras do processo de diferenciação demográfica nas cidades. A ideia de que a ação do mercado estabelece uma nova lógica de ocupação urbana é o objeto da análise realizada neste trabalho, o qual pretende compreender a relação entre a ação do mercado habitacional no município de Recife-PE e o processo de gentrificação decorrente dela. Foi realizado um estudo de caso no bairro Boa Viagem, principal foco de atuação do mercado habitacional formal. O trabalho é de natureza descritiva e utiliza uma modelagem estatística de regressão linear para estabelecer um entendimento conciso acerca da relação entre algumas variáveis demográficas do bairro e a ação do mercado habitacional. Os resultados indicaram que houve um gradativo processo de elevação das variáveis socioeconômicas nos bairros, a qual foi superior ao mesmo processo nos bairros onde a ação do mercado foi menor ou inexistente. A hipótese de que a ação do mercado habitacional estabelece um processo de segmentação e diferenciação demográfico-espacial foi confirmada, denotando a ocorrência de mudança imobiliária e o consequente processo de gentrificação.


Palavras-chave


gentrificação, mercado habitacional, América Latina, Recife-PE.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.