A agregação das Tecnologias de Informação e Comunicação ao espaço público urbano: reflexões em torno do Projeto CyberParks – COST TU 1306

Carlos Smaniotto Costa, Marluci Menezes

Resumo


Apresenta-se o Projeto CyberParks para discutir a relação entre o uso de meios digitais (smartphones, conexões wi-fi etc.) em espaços públicos (parques, jardins, praças etc.) e a contribuição das novas tecnologias para qualificar e aumentar a participação de usuários na sua produção e manutenção. CyberParks é guiado pelas questões: (1) Como as Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) afetam o uso do espaço público? (2) Quais são os riscos associados à recente, mas acelerada, dinâmica de difusão das TIC no espaço urbano? (3) Como os usos identificados se enquadram no conceito de sociedade virtual? Em suma, trata-se de investigar a contribuição das TIC na transformação das cidades em contextos mais inclusivos, e não somente mais high tech. O projeto objetiva desvendar o papel das TIC na produção e no desenho de espaços híbridos. Uma premissa é aumentar o conhecimento das possibilidades que as TIC abrem para uma melhor compreensão da forma como as pessoas usam esses espaços. Discutem-se o âmbito e a pertinência da perspectiva de estudo focada na relação entre TIC e espaço público, apresentando objetivos do Projeto CyberParks. Em sequência, problematizam-se algumas das principais linhas de investigação, apresentando os resultados de um estudo de caso desenvolvido em Lisboa, Portugal.


Palavras-chave


Espaços públicos abertos; Tecnologias de Informação e Comunicação; Realidade aumentada e a cidade; Desenho urbano; Paisagem urbana

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.