Análise dos Determinantes dos custos de resíduos sólidos urbanos nas capitais estaduais brasileiras

Waldecy Rodrigues, Luiz Norberto Lacerda Magalhães Filho, Regiane dos Santos Pereira

Resumo


Este artigo tem como principal objetivo fazer uma análise e discussão dos fatores que influenciam de forma direta nos custos per capita dos resíduos sólidos urbanos nas capitais brasileiras. Foram levantados dados sobre os custos com resíduos sólidos e especificado um modelo econométrico multivariado para compreender seus determinantes. Conclui-se que os custos com resíduos sólidos dependem da forma de manejo escolhida (existência da coleta seletiva), mas são fortemente influenciados pela forma de gestão assumida pelo município. Diferente, do que a literatura microeconômica neoclássica prega, no caso dos resíduos sólidos, nas capitais brasileiras, a existência do setor privado na operação dos serviços tende a trazer pressões de aumento dos custos dos serviços oferecidos maiores que quando operados pelo poder público ou de forma mista.


Palavras-chave


Resíduos sólidos urbanos; Custos da limpeza urbana; Coleta de lixo

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.