Intervenção fisioterapêutica pré-operatória para pacientes submetidos à ressecção pulmonar por câncer: revisão sistemática

Bruno Rodrigues Rosa, Flávia Maria Ribeiro Vital, Brenda Nazaré Gomes da Silva, Sandra Lisboa, Maria Stella Peccin

Abstract


Introdução: A Fisioterapia tem sido defendida como um componente importante na prevenção e no tratamento de complicações pulmonares pós-operatórias, sendo utilizada nas fases pré e pós-operatória de ressecções pulmonares. A efetividade e a segurança da fisioterapia pré-operatória em pacientes que serão submetidos a cirurgias de ressecção pulmonar por câncer precisam ser avaliadas. Materiais e métodos: Revisão sistemática de ensaios clínicos randomizados com metodologia Cochrane. A busca eletrônica foi realizada nas bases de dados Cochrane Central Register of Controlled Trials (CENTRAL); PEDro; MEDLINE; EMBASE; CINAHL; e LILACS. Realizamos também uma busca por estudos em andamento e/ou não publicados, através da Current Controlled Trials Database. Além disso, realizamos uma busca adicional na lista de referências de todos os estudos incluídos e contato com os autores, quando necessário. Resultados: Vinte e oito estudos foram considerados potencialmente relevantes; destes, 26 foram excluídos. Dois ensaios clínicos randomizados preencheram os critérios de inclusão desta revisão. Um estudo comparou a ventilação mecânica não invasiva (BILEVEL) associada ao tratamento padrão versus tratamento padrão sendo atribuído de forma única; e o outro estudo comparou o treinamento muscular inspiratório e a espirometria de incentivo a nenhum tratamento. Um único desfecho foi comum entre os estudos, mas não foi possível realizar uma metanálise devida à insuficiência de informações. Conclusões: Não há evidência suficiente na literatura para se afirmar que a intervenção fisioterapêutica pré-operatória seja efetiva e segura para pacientes que serão submetidos à ressecção pulmonar por câncer.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502013000300022

Refbacks

  • There are currently no refbacks.