Efeito de um programa cinesioterapêutico de grupo, aliado à escola de postura, na lombalgia crônica

Raciele Ivandra Guarda Korelo, Carla Adriane Pires Ragasson, Carlos Eduardo Lerner, Jociele Cristine de Morais, Jessica Banach Noga Cossa, Cirlene Krauczuk

Abstract


Introdução: A dor lombar, considerada importante problema de saúde pública, pode ser tratada com cinesioterapia aliada à “Escola de Postura”; entretanto, ainda não está definido o papel desta associação como alternativa de tratamento para lombalgias crônicas. Objetivo: Avaliar a efetividade de um programa cinesioterapêutico de grupo aliado à Escola de Postura, sobre a dor e a capacidade funcional, em indivíduos com lombalgia crônica. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo clínico transversal, realizado com 24 indivíduos que apresentavam dor lombar, de ambos os gêneros, com média de idade de 55,3 ± 6,3 anos, pertencentes à área de abrangência da Unidade de Saúde Bairro Novo (Curitiba, PR). Foram realizados 12 atendimentos de um programa de cinesioterapia e educação postural, com frequência de uma vez por semana, durante três meses. Foram avaliadas dor (Escala Visual Analógica – EVA) e capacidade funcional (questionário de Rolland Morris) antes e após o período de intervenção. Resultados: Na EVA observou-se diminuição significativa da dor (p < 0,05) do primeiro dia de intervenção (atendimento de 1h30min) para a EVA inicial de pré e pós-intervenção (programa de três meses). Também houve melhora na capacidade funcional no período de três meses de intervenção (p < 0,05). Conclusão: O programa de cinesioterapia em grupo mostrou-se favorável na melhora da dor e da capacidade funcional de pacientes com lombalgia.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502013000200016

Refbacks

  • There are currently no refbacks.