Efeitos da técnica expansiva e incentivador respiratório na força da musculatura respiratória em idosos institucionalizados

Mariel de Oliveira, Celda Luiza Sousa Santos, Cíntia Félix de Oliveira, Danieli Isabel Romanovitch Ribas

Abstract


Introdução: O envelhecimento é um processo fisiológico que traz consigo várias alterações nos sistemas corporais,inclusive a diminuição de força da musculatura respiratória. Objetivo: Avaliar PImáx (pressão inspiratóriamáxima), PEmáx (pressão expiratória máxima) e pico de fluxo expiratório de idosos institucionalizados antese após a aplicação de técnicas manuais expansivas e incentivador respiratório orientado a fluxo (Respiron®) ecomparar os resultados obtidos. Materiais e métodos: Estudo longitudinal, caso controle realizado em umainstituição da cidade de Curitiba (PR), com 16 indivíduos (70 a 80 anos) do sexo masculino. Os sujeitos foramselecionados e submetidos à avaliação da força da musculatura respiratória por meio do manovacuômetro damarca Indumed® e fluxo expiratório através do peak flow da marca Mini Wright®. Após a avaliação, a amostrafoi dividida aleatoriamente em grupos: grupo 1 (G1, n = 7) – idosos submetidos ao uso incentivador inspiratório(Respiron®) e técnicas expansivas (exercícios diafragmáticos e compressão/descompressão); grupo 2 (G2,n = 7) – técnicas manuais expansivas; grupo 3 (G3, n = 7), incentivador inspiratório; grupo 4 (G4, n = 7) – grupo controle. Resultados: Ocorreu melhora para todas as variáveis pré e pós-tratamento para os grupos experimentais,porém o destaque é dado para o grupo II. Conclusão: Este estudo apresentou resultados satisfatórioscom a aplicação de técnicas de expansão pulmonar e Respiron® na força da musculatura respiratória e pico defluxo expiratório de idosos institucionalizados.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502013000100015

Refbacks

  • There are currently no refbacks.