Efeito da Kinesio Taping sobre força máxima e resistência de força em padelistas

Marcos Atrib Zanchet, Fabrício Boscolo Del Vecchio

Abstract


Introdução: O emprego da Kinesio Taping (KT) em competições esportivas, como tentativa de incrementar o rendimento de atletas de diferentes modalidades, tem aumentado substancialmente. No entanto, poucos são os estudos que investigaram os efeitos desse material no desempenho físico. Objetivos: Avaliar os efeitos da KT na força isométrica máxima de preensão manual (FIPM) e na resistência de força (RF) de praticantes de pádel após realização de um set da modalidade. Materiais e métodos: Em um estudo contrabalanceado, de medidas repetidas, 14 indivíduos foram submetidos à mensuração de FIPM e RF em três condições distintas: repouso, após um set utilizando a KT e após um set sem utilizar KT. As variáveis foram medidas no hemicorpo dominante, com dinamômetro eletrônico de preensão manual com sujeitos sentados, cotovelo flexionado a 90° firmemente apoiado contra o tronco e antebraço em rotação neutra. Para FIPM, foi analisada a média de três medidas e, para RF, realizou-se cronometragem do tempo em que o sujeito sustentava 70% da FIPM. Resultados: Não foram observadas diferenças significativas entre as três condições quanto a FIPM (p = 0,86). Para RF, encontrou-se diminuição significativa para condição sem KT (24,16 ± 12,49 s) quando comparada ao repouso (33,46 ± 14,05,p = 0,01), o que não ocorreu com o emprego da KT (31,01 ± 11,85). Conclusões: A aplicação da KT reduziu o decréscimo da RF em praticantes de pádel após um set dessa modalidade, mas não exerceu efeito sobre a FM.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502013000100013

Refbacks

  • There are currently no refbacks.