Efeito do exercício físico e da administração de testosterona na consolidação de fraturas de tíbia em ratos

Francisco Valmor Macedo Cunha, Oséas Florêncio de Moura Filho, Felipe Scipião Moura, Maria do Carmo de Carvalho e Martins

Abstract


Introdução: Vários estudos têm sido realizados visando identificar um medicamento que acelere a consolidação de fraturas. Objetivo: Avaliar o efeito do exercício físico e da administração de testosterona no processo de consolidação de fratura de tíbia e fíbula de ratos. Materiais e métodos: Rattus norvegicus (250a 300 g) foram distribuídos aleatoriamente em quatro grupos de oito animais: Controle- fratura e imobilização;G1- fratura, imobilização e propionato de testosterona; G2- fratura, imobilização e treinamento físico de natação; G3- fratura, imobilização, treinamento físico de natação e propionato de testosterona. Os tratamentos foram iniciados imediatamente após a realização de fraturas fechadas no terço médio da tíbia direita. O programa de treinamento físico consistiu em 50 minutos de natação durante quatro semanas, cinco vezes por semana. O propionato de testosterona 3 mg/kg foi administrado por via subcutânea cinco vezes na semana durante quatro semanas. As variáveis analisadas incluíram evolução ponderal, tamanho do calo ósseo, níveis séricos de fósforo, cálcio, albumina, proteínas totais e atividade da fosfatase alcalina. Resultados: O tamanho do calo ósseo foi maior no grupo submetido a tratamento combinando imobilização,exercício físico e testosterona. Os grupos tratados com testosterona combinada ou não a programa de natação apresentaram maiores níveis de fósforo e de fosfatase alcalina, além de menores níveis de proteínas totais e albumina. Conclusão: O grupo submetido ao programa de treinamento físico de natação combinado com a administração de testosterona obteve melhor consolidação óssea evidenciada pelo maior calo ósseo e atividade aumentada da fosfatase alcalina, sugerindo maior rapidez no processo de consolidação óssea.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502012000400010

Refbacks

  • There are currently no refbacks.