Determinação do limiar anaeróbio pela variabilidade da frequência cardíaca de pacientes com DPOC durante exercício em cicloergômetro

Flávia Cristina Rossi Caruso, Michel Silva Reis, Ana Cristina Barroso Siqueira, Marli Gardim, Aparecida Maria Catai, Audrey Borghi-Silva

Abstract


Introdução: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC) é caracterizada por alterações estruturais do parênquima pulmonar, acarretando manifestações sistêmicas. Além disso, esses pacientes podem apresentar marcada alteração do controle autonômico cardíaco. Nesse contexto, estudos investigando a variabilidade da frequência cardíaca (VFC) em pacientes com DPOC durante a realização de exercício físico emcicloergometro têm sido pouco explorados. Objetivo: Determinar o limiar anaeróbio por meio da VFC com o propósito de estabelecer parâmetros de avaliação e prescrição da intensidade de exercício desses pacientes em cicloergômetro. Materiais e métodos: Foram avaliados oito pacientes do sexo masculino com diagnóstico de DPOC com idade média de 69,5 ± 7,6 anos. A frequência cardíaca foi analisada no repouso e em diferentes intensidades do exercício. O teste foi realizado em um cicloergômetro e consistiu em um período de aquecimento de quatro minutos em uma potência mínima. Foram, também, realizados degraus com potência inicial de 4W, com acréscimos de 5 em 5W, até que o paciente atingisse o limiar anaeróbio. Resultados: Os pacientes que apresentaram maiores valores de VEF1 apresentaram maiores potências no cicloergômetro. Houve redução significativa da VFC durante o exercício físico se comparado ao repouso sentado p < 0,05. Conclusão: Os pacientes estudados apresentaram um severo descondicionamento físico reafirmado pela impossibilidade determinada pelo LA de 50% da amostra.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502012000400004

Refbacks

  • There are currently no refbacks.