Desafios no desenvolvimento de prontuários eletrônicos baseados em arquétipos: avaliação fisioterapêutica funcional

Daiane Cristina Martins Ronchi, Dandara Novakowski Spigolon, Diego Garcia, Paulo Eduardo SL Cicogna, Hugo Bulegon, Claudia Maria Cabral Moro

Abstract


Introdução: Cada vez mais, são necessários prontuários eletrônicos de pacientes (PEP) que contempleminformações específicas para a fisioterapia e que atendam aos requisitos de padronização e comunicação dedados. A modelagem baseada em arquétipos pode permitir a construção de PEP que atendem às necessidadesda assistência ao paciente, garantindo a interoperabilidade entre sistemas e a sua usabilidade. Nessecontexto, a criação dos arquétipos é um passo crucial e determinante para um PEP específico e adequado para avaliação fisioterapêutica dos pacientes com lesão medular espinhal (LME). O objetivo deste estudofoi criar arquétipos e representá-los a partir da definição de um conjunto de dados clínicos para avaliaçãofisioterapêutica funcional de pacientes com LME, descrevendo os desafios, as dificuldades e as perspectivasdurante o desenvolvimento e a modelagem do sistema. Método: Estudo exploratório, qualitativo e parcialmenteobservacional, dividido em duas fases: definição e validação dos dados clínicos para avaliação fisioterapêuticafuncional de pacientes com LME e desenvolvimento dos arquétipos a partir dos dados definidos,utilizando a ferramenta OpenEHR Archetype Editor. Resultados: Foram criados 24 arquétipos a partir daelaboração de um conjunto de dados para avaliação fisioterapêutica funcional de pacientes com LME. Emseguida, foi elaborado um protótipo a partir do arquétipo “Mobilidade” da parte “Avaliação Motora”, paravisualizar a interface do PEP. Conclusão: O conjunto formado serviu como base essencial para criação dosarquétipos. Esta abordagem favorece uma avaliação funcional com dados relevantes e permite uma avaliaçãocompleta, adequada e com facilidade de acesso aos dados.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502012000300005

Refbacks

  • There are currently no refbacks.