Efeito de um programa de exercícios direcionados à mobilidade torácica na DPOC

Claudiane Pedro Rodrigues, Luiz Antonio Alves, Tiemi Matsuo, Cristiane Golias Gonçalves, Daniela Hayashi

Abstract


Introdução: A Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica produz alterações mecânicas na caixa torácica que desencadeiam disfunções físicas limitantes das atividades de vida diária e da qualidade de vida. Objetivos:Avaliar os efeitos de um programa de exercícios para readequação do complexo toracopulmonar na mobilidade da caixa torácica, capacidade de exercício e qualidade de vida em pacientes com DPOC. Materiais e métodos: Este estudo avaliou 13 pacientes com DPOC por meio de Espirometria, Teste da Caminhada dos Seis Minutos (TC6min), Cirtometria e Questionário de Qualidade de Vida Saint George (SGRQ). O programa foi elaborado com base em exercícios que objetivam o aumento da mobilidade de caixa torácica, tolerância ao exercício e melhora na resposta subjetiva em relação à qualidade de vida. Resultados: Após 12 semanas de tratamento, verificou-se um aumento significativo na mobilidade da região inferior da caixa torácica (expansibilidadeda região xifoide: de 3 ± 2 cm para 7 ± 4 cm, p = 0,01), na região abdominal (expansibilidade umbilical: de 2 ± 1 cm para 6 ± 4 cm, p = 0,01) e melhora na distância percorrida no TC6min (391 ± 117 minicial para final de 442 ± 124 m, p = 0,04). Na avaliação pelo SGRQ, houve uma tendência sem significância estatística de melhora nos três domínios (sintomas: 37 ± 22 para 26 ± 21; atividades: 64 ± 15 para 62 ±19; e impacto: 42 ± 16 para 38 ± 16). Conclusão: O programa de exercícios respiratórios direcionados ao aumento da mobilidade da caixa torácica melhorou a expansibilidade torácica e abdominal e a capacidadede exercício.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502012000200012

Refbacks

  • There are currently no refbacks.