Os efeitos da desativação dos pontos-gatilho miofasciais, da mobilização articular e do exercício de estabilização cervical em uma paciente com disfunção temporomandibular: um estudo de caso

Diego Galace de Freitas, Íris Camila Oliveira Pinheiro, Karen Vantin, Natália de Cassia Maragno Meinrath, Nilza Aparecida Almeida de Carvalho

Abstract


Introdução: A disfunção temporomandibular (DTM), pode alterar o equilíbrio dinâmico das estruturas, levando a uma série de sinais e sintomas característicos dessa disfunção, podendo ser ruídos articulares durante a realização de movimentos funcionais da mandíbula, distúrbios nos movimentos articulares em ambas as direções, dor pré-auricular localizada sobre a região da articulação temporomandibular, dor nos músculos mastigatórios e cefaléia, sendo a dor a principal delas. A DTM acomete grande parte da população mundial, o que torna essencial o desenvolvimento de técnicas terapêuticas para seu tratamento. Objetivo: O objetivo deste estudo foi verificar a eficácia do tratamento fisioterapêutico em uma paciente com DTM. Materiais e Métodos: Pesquisa exérimental, um relato de caso com uma paciente com disfunção temporomandibular.Foi tratamento fisioterapêutico,com técnicas de desativação de pontos gatilho, mobilização articular, estabilização segmentar e exercícios funcionais, sendo realizado duas vezes por semana com duração de trinta minutos durante oito semanas. Resultados: A paciente apresentou melhora na dor, função muscular, amplitude de movimento e na postura. Portanto, podemos concluir que a intervenção fisioterapêutica tem grandes chances de melhorar o quadro clinico da DTM, juntamente com outras áreas por ser uma patologia multifatorial.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502011000100004

Refbacks

  • There are currently no refbacks.