Efeito da hidrocinesioterapia na força muscular e na fl exibilidade em idosas sedentárias

Paula Rissiani dos Santos Rizzi, Rafaela Miolo Leal, Alecsandra Pinheiro Vendrusculo

Abstract


Introdução: O envelhecimento populacional é um desafi o para a saúde, e a cada ano há um aumentodessa população. Entre as alterações anatomofi siológicas características deste processo, as do sistemamuscular são relevantes, ocorrendo diminuição da força muscular e da fl exibilidade durante esta etapa.Objetivo: Analisar o efeito de um programa de hidrocinesioterapia no comportamento da força musculare da fl exibilidade em idosas sedentárias. Metodologia: Participaram 23 idosas sedentárias, comindependência funcional e que não realizaram cirurgia nos últimos três meses. O pro grama ocorreudurante oito semanas, com três sessões semanais de 55 minutos. As variáveis foram avaliadas em trêsmomentos (Pré, Pós 1, Pós 2). Para avaliação de força foram utilizados testes musculares manuais, e parafl exibilidade foi aplicado o teste de sentar e alcançar. Para comparar as médias da força, foi aplicado oteste não paramétrico de Friedman e um teste de comparações múltiplas a ele associado. O teste de Pagefoi aplicado para verifi car se as médias dos momentos estavam em ordem crescente. Resultados: Paraa fl exibilidade, as médias foram respectivamente 11,01 cm, 5,57 cm e 2,88 cm, o que foi signifi cativo. János dados de força, embora não se tenha obtido diferença estatisticamente signifi cativa, os resultadosobtiveram uma ordem crescente: bíceps braquial - 4,49/5,00; abdominais - 2,22/4,48; isquiotibiais -4,35/5,00. Conclusão: O programa de hidrocinesioterapia proporcionou melhora da força muscular e da fl exibilidade das idosas, confi rmando que um programa de exercícios adequado associado à açãodas propriedades físicas da água foi ideal para alcançar o objetivo proposto.



DOI: https://doi.org/10.1590/S0103-51502010000400004

Refbacks

  • There are currently no refbacks.